BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Dia-Nacional-de-Prevencao-e-Combate-a-Hipertensao-Arterial.jpg

Em 26 de abril é celebrado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), no Brasil, cerca de 30% da população com mais de 40 anos pode ter pressão arterial elevada e este é o principal fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC). Além disso, a hipertensão apresenta perigos para os pacientes oncológicos, visto que estudiosos avaliam a relação entre os tratamentos de câncer e o surgimento ou agravamento da hipertensão arterial.

Para te mostrar que é possível prevenir a pressão alta e ter uma melhor qualidade de vida, nós, do Blog da Medquimheo, produzimos este conteúdo especial.

O que é hipertensão arterial?

Conhecida popularmente como pressão alta, trata-se de uma doença crônica e degenerativa, caracterizada pelos altos níveis de pressão sanguínea nas artérias. De acordo com as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), uma pessoa é considerada hipertensa quando sua pressão sistólica – termo técnico que se refere a contração do coração -, é maior que 140 milímetros de mercúrio (mmHg) ou a diastólica, que significa o relaxamento entre um batimento cardíaco e outro, é igual ou maior que 90 mmHg.

Assim como em pacientes sem diagnóstico de câncer, a hipertensão está associada a eventos agudos, como insuficiência cardíaca, acidente vascular encefálico, crises hipertensivas, síndromes coronarianas agudas e insuficiência renal, de acordo com pesquisas do Núcleo de Cardio-Oncologia do Hospital Sírio Libanês. Confira alguns números e níveis da hipertensão:

📌 Pressão sistólica (mmHg):

  • Normal = 120 ou menor;
  • Pré-hipertensão = 121 a 139;
  • Hipertensão estágio 1 = 140 a 159;
  • Hipertensão estágio 2 = 160 a 179;
  • Crise hipertensiva = 180 ou maior.

📌 Pressão diastólica (mmHg):

  • Normal = 80 ou menor;
  • Pré-hipertensão = 81 a 89;
  • Hipertensão estágio 1 = 90 a 99;
  • Hipertensão estágio 2 = 100 a 109;
  • Crise hipertensiva = 110 ou maior.

Hábitos que previnem a hipertensão arterial

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa da Associação Beneficente Síria HCor, aponta que os problemas cardiovasculares, que podem surgir devido a pressão alta, representam cerca de 300 mil mortes por ano no Brasil e 50% dos hipertensos não sabem que possuem a doença. Por isso, a chave para uma vida mais saudável é a prevenção.

🤸🏼‍♂️ Pratique exercícios físicos

De acordo com o Ministério da Saúde, 20 a 30% dos casos de hipertensão arterial podem ser explicados pelo excesso de peso. Nesse sentido, a prática regular de exercícios físicos podem auxiliar no controle da pressão e na redução do surgimento de doenças associadas à hipertensão.

❌ Evite fumar e consumir bebidas alcóolicas

O vício do fumo e da ingestão de bebidas alcoólicas podem aumentar os riscos da elevação da pressão arterial, além de ser prejudicial para os pacientes oncológicos, em tratamento ou curados.

🥗 Tenha uma alimentação saudável

Uma alimentação balanceada deve incluir alimentos livres de agrotóxicos e minimamente processados, como frutas, legumes, verduras, laticínios e oleaginosas. A escolha de bons alimentos desempenha um papel importante para o controle da hipertensão. Para isso, é preciso diminuir o consumo de sódio, que está presente nos enlatados e embutidos, como salame, mortadela, presunto, salsicha, pipoca de microondas, macarrão instantâneo e refrigerantes diet e zero.

Opte por uma rotina alimentar saudável e crie o hábito de se exercitar, a fim de preservar a saúde arterial e ter mais qualidade de vida.

Conheça nosso blog!

Aqui no Blog você confere outros conteúdos:

 Hipertensão: causas, sintomas e como prevenir!

Dia da Saúde e da Nutrição: saiba como ter uma alimentação mais saudável

Fonte: Ministério da Saúde.


Dia-Mundial-de-Luta-Contra-o-Cancer.png

Em 8 de abril é celebrado o Dia Mundial de Luta Contra o Câncer. A data foi instituída para chamar a atenção sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce da doença. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), um terço das mortes provocadas pelo câncer podem ser evitadas se detectadas em estágio inicial e com acesso aos tratamentos adequados.

Para te mostrar que é possível prevenir o câncer e ter um tratamento com resultados positivos, nós, do Blog da Medquimheo, produzimos este conteúdo especial.

Hábitos que previnem o câncer

Uma pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo (USP) e pela Harvard University, publicada na Revista Científica Cancer Epidemiology, aponta que do total dos casos anuais de câncer, 27% deles seriam evitados e 34% das mortes seriam poupadas, com um estilo de vida mais saudável. Confira hábitos que podem ser adotados:

❌ Evite fumar e consumir bebidas alcóolicas

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o vício aumenta em até 20 vezes o surgimento do câncer de pulmão. Pode contribuir, ainda, para o desenvolvimento do câncer de laringe, faringe, esôfago, bexiga, pâncreas, rim, estômago e intestino. No caso das bebidas alcoólicas, elas podem corroborar para o surgimento do câncer de estômago e intestino.

☀️ Cuidado ao se expor ao sol

É recomendado que a exposição solar aconteça entre 7h e 9h, horários em que a radiação ultravioleta não é prejudicial à pele e auxilia no estímulo à produção de vitamina D. Em contrapartida, a exposição em larga escala ao sol, no intervalo de 10h e 16h, pode acarretar o desenvolvimento de todos os tipos de câncer da pele. Por isso, sempre faça uso do protetor solar com FPS 50, mesmo em dias nublados; use chapéu e óculos de sol.

🍉 Adote uma rotina saudável

rotina-saudavel

Uma rotina saudável deve incluir alimentação balanceada e prática de exercícios físicos. É importante consumir alimentos livres de agrotóxicos e minimamente processados, como frutas, legumes, verduras, laticínios e oleaginosas.

Para que o corpo e a mente estejam em harmonia, é necessário praticar atividades que proporcionem prazer. Aeróbica, ioga, dança, corrida, musculação são exercícios que, junto a uma alimentação saudável, auxiliam na promoção da qualidade de vida e fortalecimento do sistema imunológico. Além de controlar o peso corporal e evitar casos de obesidade, que podem estar ligados ao surgimento do câncer.

💉 Mantenha as vacinas em dia

Alguns tipos de cânceres estão diretamente relacionados a infecções virais que podem ser evitadas pela vacinação, como o câncer uterino e o de fígado. A imunização contra o HPV e Hepatite B são essenciais para a prevenção desses cânceres, visto que auxiliam no desenvolvimento de anticorpos contra os vírus.

🩺 Realize os exames preventivos

Os exames preventivos são ferramentas fundamentais para a detecção precoce do câncer. Aumentam as chances de cura e preservam o bem-estar do paciente durante o tratamento oncológico. É de suma importância se atentar às campanhas nacionais e internacionais que alertam a sociedade para os exames que devem ser feitos. Confira algumas:

📌 É importante lembrar, ainda, que alguns cânceres não têm fatores de risco bem definidos e podem se desenvolver por conta da genética, histórico familiar e desenvolvimentos anormais de células cancerígenas. No entanto, todo cuidado é importante para preservar a saúde e garantir um tratamento mais assertivo.

👨🏻‍⚕️ Tratamento oncológico leve e acolhedor

A nossa campanha intitulada “O câncer tem tratamento e passar por ele pode ser mais leve e acolhedor” carrega a nossa missão: cuidar. Nossa equipe multidisciplinar que inclui oncologistas, nutricionistas, psicólogos e farmacêuticos trabalham com dedicação para proporcionar um tratamento personalizado a todos os pacientes. A luta contra o câncer não é uma batalha fácil mas, nós, da Medquimheo, estamos à disposição para caminhar lado a lado e construir uma rede de apoio para enfrentar este momento.

“A nossa dedicação é para levar o máximo de zelo e carinho aos pacientes. Queremos que eles saibam que não estão sozinhos e estaremos sempre dispostos a ajudar e pôr em prática a nossa missão, que é o cuidado individualizado.”

– Carolina Conopca, oncologista da Medquimheo

Conheça nosso blog!

Aqui no Blog você confere outros conteúdos:

Dia Mundial do Câncer: entenda a campanha

Dia Mundial do Combate ao Câncer: você sabe a importância da data?

Fonte: Instituto Nacional do Câncer (Inca).


dia-da-saude-e-da-nutricao.png

No dia 31 de março é celebrado o Dia da Saúde e da Nutrição. A data foi instituída pelo Ministério da Saúde, com o objetivo de lembrar a população sobre a importância de uma alimentação saudável para promoção da qualidade de vida. De acordo com o Guia Alimentar para a População Brasileira, a alimentação vai além da ingestão de nutrientes, pois pode auxiliar na prevenção do câncer e conservação do bem-estar.

Para te mostrar que é possível adotar hábitos saudáveis alimentares, nós, do Blog da Medquimheo, produzimos este conteúdo especial. Confira!

Alimentação aliada ao tratamento oncológico

Uma boa alimentação garante o bom funcionamento do nosso organismo e pode ajudar a evitar o surgimento do câncer. Para pacientes oncológicos, os benefícios são refletidos na evolução positiva do tratamento, visto que a debilidade do corpo pode ser amenizada por meio de uma alimentação balanceada. Refeições instruídas de forma personalizada por um profissional podem auxiliar, ainda, na diminuição dos efeitos colaterais de remédios e procedimentos do tratamento oncológico.

Segundo uma pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), oito em cada dez brasileiros afirmam se esforçar para ter uma alimentação saudável. Dos entrevistados, 71% apontam a preferência por produtos mais naturais, mesmo que tenham que pagar mais caro por eles. Os alimentos mais indicados para compor um cardápio saudável, principalmente, para os pacientes oncológicos, incluem a chamada comida de verdade. Frutas, verduras, proteínas, peixes, cereais, oleaginosas e laticínios frescos estão inclusos na lista. É necessário também, consumir o mínimo possível de industrializados e ultraprocessados.

Importância da alimentação saudável durante a pandemia

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Datafolha, em conjunto com o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), a ingestão de ultraprocessados aumentou de 9% para 16%, comparado ao ano de 2019 e o período de pandemia. Essa prática pode justificar o aumento de peso da população brasileira durante este período, como apontado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): a obesidade feminina subiu de 14,5%, para 30,2%, enquanto a masculina passou de 9,6% para 22,8%.

No entanto, é possível mudar essa realidade e aproveitar o tempo de isolamento físico para se engajar com a escolha e preparo de alimentos mais saudáveis. A alimentação pode ser uma grande aliada no combate do estresse e ansiedade, problemas esses que tiveram maior incidência durante a pandemia. Afinal, para um corpo mais saudável, a mente também precisa estar em equilíbrio.

Como escolher alimentos e preparos mais saudáveis?

alimento- e-preparos-mais-saudáveis

Nós separamos algumas dicas para te ajudar a escolher alimentos saudáveis e saber como prepará-los, de forma que não percam seus nutrientes. Confira!

🥕 Tenha uma horta em casa

Ter alimentos acessíveis faz com que optemos por eles com maior facilidade e, dessa forma, possamos evitar as escolhas industrializadas. Cultivar uma horta pode ser um hobby para praticar durante a pandemia e ter mais contato com a natureza. Uma pesquisa realizada pela empresa Archer Daniels Midland (ADM), analisou as tendências no mercado alimentício em 2020. Dos consumidores entrevistados, 65% apontaram que buscam adotar hábitos que impactam, positivamente, o meio ambiente. Outros 32% dos entrevistados afirmam consumir alimentos de produtores que demonstrem compromisso com a sustentabilidade.

 🥪 Planeje suas refeições

Para ter uma rotina de alimentação saudável efetiva é necessário planejamento e organização. O primeiro passo é fazer uma lista de compras, pois assim, as tentações ficam mais resistíveis no mercado. A segunda etapa inclui a organização da dispensa, de uma forma que os produtos fiquem mais visíveis e facilite o acesso. Após a higienização e organização dos alimentos, é preciso definir o cardápio da semana e iniciar as preparações. Para refeições mais saudáveis escolha entre os temperos naturais, evite óleos industrializados e sal em excesso e abuse nas cores dos vegetais, legumes e frutas frescas.

⏰ Tire um tempo para sua refeição

Para que a alimentação saudável seja praticada de forma divertida, experimente fazer da preparação e do ato das refeições um momento de convivência prazeroso. Reunir a família na cozinha deixará o ambiente mais leve e, durante a alimentação, atente-se para ingerí-la devagar. De acordo com o Guia Alimentar, já citado acima, essa prática ajuda na maior saciedade e absorção de nutrientes do corpo.

Conheça nosso blog!

Aqui no Blog tem outros conteúdos que podem te interessar, confira:

Obesidade x Câncer de mama: entenda a relação!

Lanches saudáveis e fáceis para o dia da quimioterapia

Fonte: Guia Alimentar Para a População Brasileira – Ministério da Saúde.


campanha-fevereiro-laranja.png

Celebrada anualmente no segundo mês do ano, Fevereiro Laranja é uma campanha nacional que tem como principal objetivo levantar debates sobre a conscientização da leucemia e a doação de medula óssea – opção de tratamento para a doença em alguns casos.

O movimento convida as pessoas a refletirem sobre a empatia e a possibilidade de se voluntariar como doadores. Além de partilhar informações sobre a leucemia, os subtipos da doença, as formas de tratamento e reforçar que a importância do diagnóstico precoce independe da idade. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), quanto mais avançada a idade, maiores são os riscos de complicação da doença. No entanto, em crianças, o tipo linfóide aguda é mais comum e representa 28% dos casos que, se diagnosticados em estágio inicial, apresentam boas chances de cura.

Para te ajudar a entender a importância da campanha e dar dicas de como se tornar um doador de medula óssea, nós, do Blog da Medquimheo, preparamos este conteúdo especial. Leia com atenção e aproveite que o ano está apenas começando para praticar a solidariedade com o outro!

🧬 A Leucemia e os subtipos

Para compreender a leucemia é preciso conhecer o funcionamento da medula óssea, que é um tecido esponjoso que ocupa o centro dos ossos. Um grupo chamado células-tronco hematopoiéticas é responsável pela produção das células sanguíneas e é o local onde o câncer tem início.

A leucemia surge devido ao adoecimento de determinadas células que atrapalham a produção de outras saudáveis na medula óssea. A doença pode ser classificada como aguda ou crônica, que, para os especialistas, descrevem quão rápido (aguda) ou devagar (crônica) a leucemia progride e identifica o tipo de glóbulo branco que está envolvido (mieloide ou linfoide).

– Os principais tipos de leucemia, são:

🩸 Leucemia Mieloida Aguda (LMA);

🩸 Leucemia Mieloide Crônica (LMC);

🩸 Leucemia Linfoide Aguda (LLA);

🩸 Leucemia Linfoide Crônica (LLC).

#DicaMedquimheo: a Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale) publicou manuais informativos, a fim de esclarecer sobre os tipos de leucemia. Confira!

🩺 Fatores de risco e tratamento da Leucemia

De acordo com o Inca, em grande maioria, os pacientes que desenvolvem leucemia não apresentam fatores de risco que possam ser modificados. Entretanto, suspeita-se da associação entre determinados motivos que aumentam a probabilidade do desenvolvimento da doença. Tabagismo, contato com radiação, síndromes hereditárias, histórico familiar, idade avançada e exposição a agrotóxicos são algumas causas estudadas com relação ao surgimento da leucemia.

Após o diagnóstico precoce, que é de suma importância, o tratamento é escolhido a partir da detecção do tipo de leucemia. O processo pode envolver quimioterapias, medicamentos orais e, em alguns casos, o transplante de medula óssea. Como o acompanhamento é feito de forma individualizada, é preciso estar em contato direto com um especialista para que os cuidados sejam iniciados rapidamente e de forma adequada.

💉 Qual foi o impacto da pandemia para a doação de medula óssea?

O Brasil possui o terceiro maior banco de doadores de medula óssea do mundo, com cerca de 4 milhões de voluntários cadastrados no Registro Nacional de Medula Óssea (Redome). No entanto, o período de pandemia afetou diretamente o ato de se voluntariar e doar. Dados da Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea (SBTMO) alertam para queda de 30% dos cadastros de doadores no ano de 2020.

📌 Motivos para ser um doador de medula óssea

Nesse cenário, o Redome chama a atenção para a importância de ser um doador de medula óssea. Confira alguns motivos para ser um voluntário desta causa:

💙 O transplante pode beneficiar o tratamento de cerca de 80 doenças em diferentes estágios;

💙 O doador ideal (irmão compatível) está em cerca de apenas 25% das famílias brasileiras, para 75% dos pacientes que necessitam da identificação de um doador alternativo;

💙 Os riscos, na maioria dos transplantes, são poucos. O estado físico do doador é checado anteriormente e por volta de 15 dias, a medula já estará totalmente recuperada.

🧡 Como se tornar um doador de medula óssea?

Para entrar na lista de voluntários para doação de medula óssea é necessário ter entre 18 e 55 anos, estar em bom estado geral de saúde, não ter doença infecciosa ou incapacitante, não apresentar quadro de doença imunológica,  neoplásica (câncer) ou hematológica (do sangue). Caso você não se enquadre em nenhuma dessas situações de impedimento, siga este passo a passo para se voluntariar:

1️⃣ Procure o hemocentro do seu estado e agende uma consulta de esclarecimento sobre a doação de medula óssea;

2️⃣ Assine o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) e preencha uma ficha com informações pessoais;

3️⃣ Será coletada uma quantidade de 10ml de sangue do candidato doador. O material será analisado e testado para identificar características genéticas que serão cruzadas com dados dos pacientes que necessitam de transplantes.

4️⃣ Os dados serão incluídos no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea e quando houver um paciente com possível compatibilidade, o candidato será consultado. Por isso, é importante manter as informações do banco atualizadas.

5️⃣ Caso o candidato opte seguir com o processo, serão realizados exames para confirmar a compatibilidade e o estado de saúde do voluntário.

Seja um doador de medula óssea e ajude a salvar vidas!

Conheça nosso blog!

Nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado. Aproveite mais conteúdos:

Anemia pode virar leucemia? Entenda sobre as doenças!

Especialista conta que nem toda mancha roxa significa leucemia

Fonte: Dra. Alessandra Prezotti, hematologista da Medquimheo, CRM ES 6782.