BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Transfusão de sangue e sua importância

julho 23, 2013 0

O sangue é um tecido líquido e fundamental para a vida humana. Transporta nutrientes essenciais para todos os órgãos do corpo. Grande parte do seu volume é constituído por células, como as hemácias (glóbulos vermelhos), os leucócitos (glóbulos brancos) e as plaquetas, responsáveis por estancar hemorragias. Ele é produzido na medula óssea dos ossos chatos, que são: o esterno, as vértebras, a bacia e o crânio. Nas crianças, também é produzido nos ossos longos, como o fêmur.

Pacientes com câncer, linfomas, mielomas e leucemia perdem, temporariamente, a capacidade de produzir as células do sangue, devido aos tratamentos, ou, pela própria doença. A transfusão, que é o processo de transferência de sangue de uma pessoa para o sistema circulatório de outra, supre essa redução, até esta capacidade do corpo se recuperar.
 
Por que quem tem câncer precisa de transfusão?
São várias as razões. Mas entre as mais comuns destacam-se:
• As cirurgias para tratar a doença, que, na maioria das vezes são prolongadas. A perda de sangue durante esses procedimentos pode levar a necessidade de reposição;

• A radioterapia e os medicamentos quimioterápicos afetam a fabricação de células do sangue na medula óssea. Isso pode resultar, por exemplo, em baixos níveis de glóbulos brancos e plaquetas, aumentando os riscos de infecções e sangramentos;

• Determinados tipos de câncer, em especial os do sistema digestivo, podem causar hemorragias internas, o que leva à falta de glóbulos vermelhos.

Doe vida
Toda transfusão precisa de um doador. Cada unidade de sangue (uma média de 500 ml) pode privilegiar até três pessoas, porque é fracionada em: plaquetas, plasma e concentrado de hemácias. Com menos de 10% do total de sangue que você tem, várias vidas podem ser salvas.

O que é preciso para ser um doador?
• Ter entre 18 e 60 anos;
• Pesar no mínimo 50 Kg;
• Ter boas condições de saúde;
• Não usar antiinflamatórios ou medicamentos fortes;
• Não ter histórico de hepatite, doenças de chagas, malária ou DST´s;
• Não estar com febre ou gripado no dia da doação;
• Ter documentos de identidade, com foto;
• Ter disponibilidade de tempo.

Onde doar?
Você pode doar no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Espírito Santo (Hemoes), na Av. Marechal Campos, nº 1468, Maruípe, Vitória. Fica próximo ao Hospital das Clínicas.
Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (27) 3636-7902.

Núcleo de Hemoterapia de Linhares – Informações: 3171-4361.

Hemocentro Regional de Colatina – Informações: 3177-7932.

Agora que você já sabe de tudo isso, que tal fazer boas ações? Ajude a divulgar este texto ao maior número de pessoas e, é claro, seja um doador você também!


Deixe um comentário

Campos obrigatórios estão marcados com *