BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

quimioterapia


A quimioterapia é uma das etapas mais importantes na luta contra o câncer por consistir no combate às células malignas. O tratamento, feito sempre sob orientação médica, introduz na circulação sanguínea compostos químicos, chamados quimioterápicos, capazes de destruir o tumor e impedir seu alastramento pelo organismo.
Dependendo do caso, as medicações podem ser levadas para fazer uso em casa, de forma oral ou injetável, sendo fundamental seguir as orientações quanto ao armazenamento da medicação da quimioterapia fornecidos pela clínica. 
A farmacêutica da Medquimheo Priscila Spalenza Schimidt, dá algumas orientações fundamentais para pacientes que levam a medicação da quimioterapia para casa. Confira:  
– Siga sempre os horários e a forma de tomar a medicação como o médico prescreveu. Tenha atenção ao tomá-las, pois alguns remédios possuem nomes parecidos, o que pode causar dúvidas. Caso isso ocorra, consulte o seu médico ou farmacêutico;
– Siga as orientações sobre o transporte da medicação para casa, e, caso precise de refrigeração, a clínica fornecerá uma bolsa térmica com gelo que deve ser usada sempre que precisar buscar novas medicações;
– Você receberá a quantidade de medicação necessária para o total de dias de tratamento. Se estas forem drágeas ou cápsulas, não abra ou divida-as;
– Sempre informe sobre o uso de outras medicações, inclusive, do uso de medicamentos fitoterápicos, chás, misturas de ervas, pois alguns interagem com a quimioterapia e podem atrapalhar o seu tratamento;
– As mulheres não podem engravidar ou amamentar durante a quimioterapia, salvo sob orientação específica do seu médico. Deste modo, busque o melhor método contraceptivo com o médico que a acompanha.
– Se sua medicação for composta de seringas e agulhas e/ou frascos de vidro, armazene-as em recipiente rígido com tampa (garrafa pet, lata de leite em pó, etc) e no final do uso, devolva-as a clínica. As demais caixas e blisters deverão ser devolvidas a clínica ao final de cada uma. Para sua maior comodidade, essas medicações poderão ser devolvidas a clínica quando você tiver uma nova consulta.
– Não use medicações com o prazo de validade vencido, pois estas podem te fazer mal ou não atingir o efeito esperado.
– Sempre lave as mãos com detergente neutro, antes e depois de tomar as medicações. Se for necessário que outra pessoa entregue a medicação para o paciente tomar, faça-a por meio de um copinho descartável ou uma gaze;
– Sempre confira na embalagem a temperatura de armazenamento das medicações. Estas serão:
  • Armazenar entre 2 a 8C: estas deverão ser guardadas nas prateleiras localizadas do meio da geladeira;
  • Armazenar entre 25 e 30oC: estas deverão ser guardadas em local fresco e livre de umidade, também não pode ser em local que pegue sol, direta ou indiretamente;
  • Armazenar entre até 25C: estas deverão ser guardadas em geladeira, também nas prateleiras do meio;
  • As medicações nunca devem ser guardadas na porta da geladeira ou no congelador.


A sessões de quimioterapia compõem uma das principais armas na luta contra o câncer. As aplicações, que têm a periodicidade adequada ao tipo de tratamento, agem no organismo de maneira curativa, eliminando a doença, ou como controle, prologando a vida do paciente.
Os remédios utilizados no tratamento recebem o nome de agentes quimioterápicos, podendo ser ingeridos ou administrados de forma injetável. Ao contrário da radioterapia, que tem ação restrita à região em que é aplicada, a quimioterapia atua de forma sistêmica, alcançando as células do câncer em qualquer região do corpo.
Alguns cuidados são importantes no dia da aplicação da quimioterapia. Preparamos algumas dicas para orientar os nossos pacientes para esta etapa tão especial do tratamento. Confira!

Organize-se para a quimioterapia

Vá para as sessões de quimioterapia com bastante tempo livre, evitando marcar compromissos no mesmo dia. Os medicamentos são preparados somente após a chegada do paciente à clínica e a liberação do médico que o acompanha, sendo um processo que leva tempo.
Programe-se para chegar 15 minutos antes, e, em casos de não comparecimento e/atrasos, informe à clínica.

Acompanhante

Alguns medicamentos podem causar sonolência. Vá com alguém que te ofereça conforto e segurança.

Exames

Caso tenha realizado exames em outros lugares, leve-os no dia da aplicação para que seu médico os avalie. Sempre que for às sessões, leve consigo as medicações de uso oral que deverá tomar durante sua permanência no tratamento.

Alimentação no dia das sessões de quimioterapia

No dia da aplicação, não faça jejum. O ideal são refeições pequenas e leves, evitando alimentos muito condimentados e gordurosos. Nossa nutricionista estará sempre a sua disposição.

Sinta-se confortável

Use roupas confortáveis, Dependendo de seu tratamento , você poderá precisar permanecer muito tempo na sala de medicação. Lembre-se também que o ambiente, geralmente, é climatizado e oscilações de temperatura podem ocorrer. Por isso, leve um agasalho.

Periodicidade da quimioterapia

Todo tratamento segue protocolos que determinam a repetição dos medicamentos de acordo com prazos pré-estabelecidos. É importante respeitar esses agendamentos para buscar os melhores resultados.



Doença não é motivo para não estar com o visual em dia. Esse é o lema da Oficina do Lenço, idealizada pela Medquimheo. O projeto será realizado durante todas as semanas deste mês, em prol da campanha “Outubro Rosa”. O público-alvo é pacientes em tratamento contra a doença.

De acordo com Fabiana Belchior, colaboradora da Oficina, durante as aulas são ensinadas diferentes formas de como amarrar o lenço. “O acessório aguça a feminilidade, além de ser um substituto emocional dos cabelos. A peça devolve a autoestima. As mulheres que participam das oficinas aprendem, ainda, que o câncer abate, mas não precisamos nos abater juntos”, explica.

Mulher vence câncer e dá dicas de beleza

Há 5 anos sem um tumor na mama, Mariza Coradine é outra colaboradora da ação. Ela, que já é considerada uma prova de superação pelas participantes, conta que mesmo curada, gosta de usar lenços no dia a dia. “Durante as aulas, enfatizo que é possível ficar bonita durante o tratamento. O objetivo é reforçar que a autoestima também pode ser um remédio para a cura”, conta Mariza.

Paciente conta resultado da oficina

A técnica de enfermagem Luana Miranda, 28, enfrenta o câncer de mama grau 2. Ela conta que o lenço a deixou mais bonita. “A quimioterapia é um procedimento intenso. Mas descobri que com alegria e autoestima, é possível lutar com ainda mais força. Uso turbantes com efeito de trança lateral e com acessórios, que dão um charme à parte ao look”, enfatizou.