BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Nutrição

dia-da-saude-e-nutricao.jpg

março 30, 2020 Datas Comemorativas0

Para celebrar o Dia da Saúde e Nutrição, comemorado em 31 de março, nós, da Medquimheo, preparamos um post especial para destacar a importância do nutricionista no tratamento oncológico.

Aproveitamos este material para parabenizar a todos os nutricionistas, que fazem desse trabalho tão importante e único para todos nós. Em especial à Dra.Naira Fraga, nossa super nutricionista!

Por que o acompanhamento nutricional é importante?

A nutrição é um fator determinante para a qualidade de vida dos pacientes oncológicos e a para uma boa resposta ao tratamento, já que busca reduzir os impactos da doença e do tratamento no organismo.

“O apoio nutricional além de auxiliar no controle dos sintomas, é fundamental para alcançar um bom estado nutricional. O paciente bem nutrido tem menos complicações pós-operatórias, melhor cicatrização, menos efeitos colaterais relacionados ao tratamento, um melhor desempenho físico e um sistema imunológico mais fortalecido,”

 –             Dra. Naira Fraga, nutricionista Medquimheo

O que é dietoterapia e terapia nutricional?

A dietoterapia abrange os cuidados com a alimentação em determinadas situações. São as recomendações alimentares que auxiliam no tratamento das enfermidades.

Já a terapia nutricional é o nome dado aos cuidados utilizados para manter ou recuperar o estado nutricional do paciente, geralmente com o uso de suplementos ou vias alternativas de nutrição.

Ambas são grandes aliadas no tratamento oncológico. E assim, os nutricionistas oncológicos por meio de recomendações individualizadas, garantem que o paciente tenha um organismo mais forte para enfrentar o câncer da melhor maneira possível!

Conheça mais conteúdos da Medquimheo

Aproveite que descobriu nosso blog e aproveite outros conteúdos exclusivos que separamos para você:

#DicaDaNutri: 2 receitas para compor seu cardápio saudável

Pacientes oncológicos podem tomar chás fitoterápicos? A nutricionista explica!

#DicaDaNutri: suco de romã possui propriedades anticancerígenas

Fonte: Dra. Naira Fraga, nutricionista Medquimheo, CRN: ES 15101252.


legumesgrelhadoscompesto-1200x1191.jpg

dezembro 25, 2018 Receitas0

INGREDIENTES
LEGUMES:
1 berinjela em rodelas
2 tomates em rodelas
1 abobrinha em rodelas

MOLHO:
2 xícaras (chá) de folhas de manjericão
1 dente de alho
4 colheres de sopa de azeite
½ xícara (chá) de nozes picadas
1 pitada de sal

MODO DE PREPARO
LEGUMES:
Em uma grelha, doure os legumes. Faça camadas com as rodelas de berinjela de tomate e de abobrinha. Reserve.

MOLHO:
Em um processador de alimentos, bata o manjericão com o alho, o azeite, as nozes e o sal. Sirva com os legumes.


Bolo-de-cenoura-sem-gluten-Baixa-4-1024x683.jpg

dezembro 25, 2018 Receitas0

INGREDIENTES:
2 ou 3 cenouras médias
1/2 xícara de óleo
3 ovos
1 xícara de açúcar mascavo
1 xícara de farinha de trigo integral
1/2 xícara de farinha de trigo branco
1/2 xícara de farelo de aveia
1 colher de fermento em pó

PREPARO:
Bater no liquidificador as cenouras, o óleo, o açúcar mascavo por 5 minutos em velocidade alta. Em uma vasilha, acrescente as farinhas de trigo, aveia e o fermento em pó (misturando bem). Asse em uma assadeira untada por cerca de 40 minutos, em forno médio pré aquecido.

COBERTURA:
1 colher de sopa de achocolatado diet
2 colheres de chá de cacau em pó
2 colheres de água
Modo de Preparo: Misturar tudo, colocar em uma panela e levar ao fogo até engrossar.


acompanhamento-de-feijoada-farofa-1320339-640x480.jpg

dezembro 25, 2018 Receitas0

INGREDIENTES:
1 xícara de chá de amêndoas
2 colheres de sopa de azeite
1 cebola picada
5 colheres de sopa de alho poró picado
2 colheres de sopa de aipo picado
1 xícara café de farinha de mandioca
Sal de ervas a gosto

PREPARO:
Triture as amêndoas no processador até virar uma farinha e reserve. Em um panela, refogue a cebola e o alho no azeite. Em seguida, acrescente o alho poró, o aipo, as amêndoas bem trituradas e a farinha de mandioca. Mexa até a mandioca ficar no ponto de farofa e tempero a gosto. Sirva em seguida.


nutricao_e_sono.jpg

É comum ver pessoas reclamando de insônia ou de cansaço excessivo mesmo após uma noite de sono. Você sabia que a alimentação pode estar causando esses problemas? Se esse é o seu caso, continue lendo e entenda mais sobre como a alimentação pode impactar a qualidade do seu sono.

Alimentação x Sono

Uma boa alimentação pode ser aliada no tratamento de distúrbios do sono. Existem nutrientes específicos que ajudam a melhorar o descanso, como a vitamina D, o potássio e o magnésio, que facilitam o relaxamento muscular. O cálcio também é essencial para a produção da melatonina, hormônio fundamental para o bom funcionamento do mecanismo do sono.

Segundo a nutricionista da Medquimheo, Janine Rover de Mello, o ideal é diminuir a quantidade de alimentos e líquidos antes de dormir, além de evitar o consumo de bebidas que contenham cafeína, como café, chás mate e preto no período de quatro a seis horas antes do sono.

“Dietas ricas em açúcares, carboidratos simples e gorduras saturadas podem trazer dificuldade para o paciente dormir e pode levar também a um sono de péssima qualidade. Em casos de pacientes em tratamento oncológico, a orientação é a mesma: buscar uma alimentação mais saudável, incluindo vitaminas e minerais.”, explicou.

Chá pode ajudar?

No mercado existem vários chás que prometem uma melhora na qualidade do sono. No entanto, a nutricionista Janine Rover de Mello reforçou que é importante que pacientes não tomem chás sem o conhecimento do seu médico/nutricionista, devido a interação medicamentosa que poderá ocorrer. “Apesar disso, chás tradicionais, como camomila, erva doce, cidreira e hortelã podem ser consumidos, desde que em pequena quantidade”, completou.

Tratamento da apneia do sono

Os hábitos cotidianos relacionados à alimentação influenciam muito a qualidade do sono, principalmente para quem tem algum distúrbio como a apneia. Existem alimentos específicos que possuem uma substância chamada triptofano, capaz de restabelecer o equilíbrio do corpo durante a noite. Se você anda perdendo noites de descanso, clique aqui e saiba quais alimentos podem te ajudar a melhorar a qualidade do sono.

Fonte: Janine Rover de Mello – Nutricionista – CRN: 11101078


espinafre.jpg

setembro 22, 2018 Dicas da Nutricionista0

Hortaliça delicada, saborosa, fonte de ferro e excelente fonte de vitaminas A e B2.

Fornece também cálcio, fósforo, potássio e magnésio. Suas folhas possuem flavonoides, com propriedades antioxidantes. No momento da compra, observe se as folhas apresentam cor uniforme. O espinafre deve ser mantido sob refrigeração, por no máximo cinco dias. É possível congelá-lo. Para isso, lave-o, seque bem as folhas e embale-o em saco plástico retirando o ar.


438f169a9787994bd59f8f278307b7f6.jpg

setembro 22, 2018 Dicas da Nutricionista0

Fruta originária das terras brasileiras.

É chamado também de “ananas”, que significa “fruta excelente” em tupi guarani.

Nosso país ainda é considerado a terra do abacaxi, sendo um dos maiores produtores da fruta no mundo. No entanto, desde os anos 1990, cedeu os primeiros lugares da produção mundial para a Tailândia, Filipinas e China.

O abacaxi in natura contém bromelina, uma enzima capaz de quebrar as moléculas de proteína de outros alimentos, especialmente das carnes, ajudando assim o processo de digestão.  Por essas características, muitas pessoas utilizam suco de abacaxi para amaciar carnes mais duras.


orange-1995079__340.jpg

setembro 22, 2018 Dicas da Nutricionista0

A primavera, além de ser considerada a estação das flores, também é época de grande variedade de frutas, legumes e verduras, sendo uma das mais belas fases do ano, que nos inspira a escolher comidas leves e coloridas durante as refeições. 

A variedade no consumo de vegetais e frutas favorece a ingestão de todas as vitaminas e minerais. Os alimentos típicos da primavera são de diversas cores: vermelho, laranja e verde.

A pigmentação de cada um indica a presença de nutrientes diferentes que auxiliam no funcionamento do organismo, por isso, é importante variar nas cores.

Vegetais verde-escuros oferecem quantidades significativas de vitaminas do complexo B e são ricos em ferro, os de cor alaranjada são fontes de beta-caroteno (vitamina A) e os avermelhados possuem o licopeno.

Algumas frutas e vegetais da estação: abacaxi, mamão, caju, brócolis, espinafre etc.


panqueca.jpg

setembro 15, 2018 Receitas0

Para quem tem criança em casa, é uma ótima forma de tornar a alimentação divertida, além de ser muito saudável!

Ingredientes:
• ½ xícara de chá de amido de milho
• ½ xícara de chá de quinua
• 1 xícara de chá de leite
• 1 ovo
• 1 pitada de sal

Modo de Fazer: Bata todos os ingredientes da massa no liquidificador até formar uma massa homogênea. Aqueça uma frigideira pequena, unte com uma gota de azeite. Despeje um pouco da massa e espalhe uniformemente na frigideira. Espere um pouco e vire a massa. Assim que virar a massa acrescente a misturo do recheio e feche a massa ao meio. Doure a massa dos dois lados, e sirva.

Como colorir a massa: Use um pedaço de cenoura (para uma coloração laranja) ou beterraba (coloração rosa) ou algumas folhas de espinafre (coloração verde) e bata junto a massa.

Para o recheio: Usar para recheio, queijos magros como cottage, ricota, peito de peru, tomate, azeitona, palmito, frango desfiado ou carne moída. As crianças podem participar no preparo e cada escolhe o seu recheio, vira uma brincadeira.


muffins-integrais.jpg

setembro 3, 2018 Receitas0

Ingredientes:
1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de farinha de trigo integral
4 colheres (sopa) de manteiga
1/2 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de folhas de espinafre
2 ovos
1 colher (sopa) de açúcar
1/2 xícara (chá) de mussarela cortada em cubinhos
1 colher (sopa) de gergelim preto
2 colheres (chá) de fermento em pó
1/2 colher (sopa) de sal

Modo de Preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC (temperatura média). Unte uma fôrma de muffin ou 8 forminhas individuais de empadinha com manteiga e polvilhe com farinha.
Numa panelinha, derreta a manteiga.
No liquidificador, bata o leite e o espinafre. Junte os ovos e a manteiga derretida e bata novamente. Reserve.
Numa tigela grande, peneire as farinhas, o fermento, o açúcar e o sal. Faça um buraco no centro e despeje a mistura de espinafre. Misture com uma colher até a farinha absorver todo o líquido.
Coloque 2 colheres (sopa) de massa em cada forminha, salpique com os pedaços de queijo, cubra com mais 1 colher de massa e polvilhe com o gergelim preto. Leve ao forno por 20 minutos.
Retire os muffins da assadeira e espere esfriar.