BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Medquimheo

medquimheo_saúde_do_homem_novembro_azul.jpg

O Dia Internacional do Homem é comemorado neste dia 19 em meio ao Novembro Azul, mês de alerta aos cuidados com a saúde do homem e da importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta que este tipo da doença é o mais incidente no Espírito Santo, sendo que a estimativa aponta que 1500 capixabas devem ser diagnosticados com o tumor até o fim de 2018.

Dados ainda apontam que o câncer de próstata é a segundo que mais mata os homens no país, atrás somente do câncer de pulmão. De acordo com a médica oncologista da Medquimheo, Carolina Conopca, a alta taxa de mortalidade desta doença está associada ao diagnóstico tardio.


“A maioria dos casos são assintomáticos, ou seja, quando os sintomas começam a aparecer, a doença provavelmente já se encontra em uma fase avançada. O diagnóstico precoce melhora muito o prognóstico, isso quer dizer que somos capazes de mudar a evolução natural, possibilitando assim a cura.”, explicou.

Prevenção e tratamento

Entre os fatores de risco do câncer de próstata estão a obesidade, aumento da idade e sedentarismo. Ainda há fatores genéticos relacionados a um gene hereditário, passado de pais para filhos.

O tratamento do câncer depende de vários aspectos, principalmente do estágio em que se encontra a doença. Ele pode ser cirúrgico, necessitando de radioterapia e quimioterapia, ou hormonal com bloqueio androgênico, que é quando os hormônios masculinos são bloqueados. Todos os casos devem ser avaliados por uma equipe multidisciplinar de oncologia.

Fonte: Dra. Carolina Conopca – oncologista clínica – CRM: 11.130


novembro_azul_medquimheo.jpg

Fazer consultas regularmente e exames preventivos para prevenir o câncer: esses cuidados parecem ser óbvios, mas por conta de uma rotina agitada, acabam sendo deixados de lado. Para alertar sobre a importância dos cuidados da saúde dos homens, o Novembro Azul é um mês de conscientização sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que, no Brasil, mais de 68 mil homens devem ser diagnosticados com este tipo de câncer até o fim de 2018, sendo mais de 1.500 no Espírito Santo. A melhor forma de prevenir a doença ou aumentar as chances de cura é o diagnóstico precoce. Por isso, homens de 45 a 50 anos devem realizar o exame de toque retal, mesmo na ausência de sintomas.

Segundo a médica oncologista da Medquimheo, Carolina Conopca, quando o diagnóstico é realizado precocemente, as chances de cura aumentam consideravelmente, dependendo do tipo de câncer. “Principalmente no caso do câncer de próstata, o diagnóstico precoce melhora muito o prognóstico. Isso quer dizer que somos capazes de mudar a evolução natural da doença, possibilitando assim a cura”, explicou.

Os fatores de risco podem ser genéticos ou adquiridos. O câncer de próstata hereditário está relacionado a um gene que é passado dos pais para os filhos, ou seja, quem tem histórico familiar deve ficar ainda mais atento. Além disso, homens negros têm mais chances de desenvolver a doença. Já entre os fatores adquiridos estão a obesidade, aumento da idade e sedentarismo.

Sintomas

O câncer de próstata não apresenta sintomas na fase inicial. Quando alguns sinais começam a aparecer, os tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura e ressaltando a importância do diagnóstico precoce. Na fase avançada, os sintomas são:

  • Dor óssea;
  • Dores ao urinar;
  • Presença de sangue na urina;
  • Urgência urinária (não conseguir segurar a urina);
  • Poliúria (ir ao banheiro várias vezes);
  • Noctúria (acordar a noite diversas vezes para urinar);

Prevenção e tratamento

O tratamento depende de vários aspectos, principalmente do estágio em que se encontra a doença. O tratamento pode ser cirúrgico, necessitando de radioterapia e quimioterapia, ou hormonal com bloqueio androgênico, que é quando os hormônios masculinos são bloqueados.

“Falar de saúde e intimidade com homens é complexo, por isso as campanhas de prevenção e mobilização são tão importantes. Na maioria dos casos o câncer de próstata é assintomático, ou seja, quando os sintomas começam a aparecer, a doença provavelmente já se encontra em uma fase avançada”, completou a oncologista.

Todos os casos devem ser avaliados por uma equipe multidisciplinar de oncologia.

Fonte: Dra. Carolina Conopca – oncologista clínica – CRM: 11.130


cancer-metastase-medico.jpg

É comum durante o tratamento oncológico ouvir alguns termos médicos que você não está familiarizado. Um deles é metástase, comumente usado com pesar para se referir ao estado de um paciente. Isso acontece porque o termo refere-se ao espalhamento do câncer para outras partes do corpo, além do local inicial. Continue lendo!

Apesar de causar espanto em algumas pessoas, não se desespere! A metástase não significa que o novo órgão afetado desenvolveu câncer. A oncologista aqui da Medquimheo Layla Torres Gaze explica: “a metástase ocorre quando as células cancerosas viajam por meio da corrente sanguínea ou vasos linfáticos para outras partes do corpo. Assim, elas continuam a ser do local primário, devendo ser tratadas da mesma forma.”

Segundo a médica, as metástases podem surgir em qualquer local do corpo. “As áreas afetadas com mais frequência são os pulmões, o fígado e os ossos, podendo variar de acordo com o câncer original”, salienta.

Como identificar o câncer da metástase

cancer

É comum que a identificação da metástase aconteça durante os exames realizados no diagnóstico do câncer primário. Entretanto, como as células cancerígenas vão se acumulando no novo local até formar um tumor semelhante ao original, é possível que a metástase só seja detectada após o diagnóstico inicial por meio das consultas, do exame físico e dos exames laboratoriais e de imagem.

Por isso, Dra. Layla ressalta a importância de manter um acompanhamento clínico após o diagnóstico e tratamento de um câncer localizado.

Tratamento do câncer metastático

O tratamento de um tumor a partir da metástase ocorre de diferentes formas. Uma delas é a terapia sistêmica, que é feita no paciente por meio da quimioterapia ou da hormonioterapia.

Outra excelente alternativa é o tratamento local, com cirurgia e radioterapia, ou mesmo uma combinação dos outros citados. A recomendação irá variar de acordo com cada caso. É fundamental consultar com o seu oncologista responsável a melhor escolha para você!

Continue acompanhando os posts aqui no blog da Medquimheo e saiba tudo sobre o tratamento de câncer!


cancer-de-mama.jpg

fevereiro 16, 2018 Câncer de mama0

A busca por melhorias no corpo tem se tornado cada vez maior, e isso reflete no aumento de cirurgias plásticas no Brasil, a exemplo do silicone. No entanto, o que muitas pessoas não sabem, é o fato da prótese poder esconder um nódulo de câncer de mama. Quer entender melhor? Continue lendo!

Muitos dados relatam o crescimento: em 2016 foram feitas mais de 280 mil próteses, de acordo com último estudo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Pelos números serem tão altos, é importante se conscientizar quanto ao câncer de mama.

O mastologista aqui da Medquimheo, Cleverson Gomes do Carmo Jr., explica que o produto é capaz de esconder um grande risco à saúde feminina: o câncer de mama. ” A prótese não é responsável pelo surgimento de um tumor. Porém, em uma mamografia, ela pode aparecer como uma imagem branca capaz de dificultar a detecção de alguma alteração mamária inicial”, ressalta.

A forma como o silicone é posicionado nos seios pode influenciar na detecção precoce da doença. “A posição atrás do músculo diminui esta perda de sensibilidade, mas a decisão da melhor técnica deve ser individualizada e discutida entre a paciente e o cirurgião plástico”, esclarece o médico.

Como detectar câncer de mama

autoexame-cancer-de-mama

Para detectar o câncer de mama, são feitas a mamografia e o autoexame. A recomendação para mulheres com silicone é a mesma para quem não possui a prótese: a mamografia é obrigatória a partir dos 40 anos.

No caso do autoexame, o Dr. Cleverson explica que o ideal é realizar o procedimento uma semana após o período menstrual. “Esse hábito auxilia na detecção de ondulações, nódulos ou liberação de líquidos pelo mamilo, sendo importante tanto para mulheres com mamas normais quanto para as que têm prótese, uma vez que podem identificar alterações do silicone e até mesmo o endurecimento da mama”, detalha.

Outros recursos estão disponíveis para a investigação preventiva em pacientes com silicone, e o mastologista é recomendado para indicar a melhor opção.

Sobre o câncer de mama

O câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres. O principal sintoma é o aparecimento de nódulo na mama, sensibilidade e endurecimento na mama, auréolas, axilas e mamilos.

Lembre-se, a Medquimheo possui equipe de especialistas qualificada para os pacientes que desejam fazer tratamento de câncer de mama na Grande Vitória!


dia-mundial-do-cancer-1-1200x1200.jpg

fevereiro 1, 2018 CâncerNotícias0

Segundo o Inca, 500 mil pessoas serão acometidas pela doença em 2018

O Dia Mundial do Combate ao Câncer é uma oportunidade de lembrar a variedade de possibilidades de controle e cura que a doença possui. O dia é comemorado em 4 de fevereiro por meio de uma iniciativa da União Internacional de Combate ao Câncer junto com a Fundação do Câncer. Entenda a importância desta data!

É fundamental saber que o diagnóstico precoce pode fazer a diferença no aumento da expectativa de cura da patologia, por isso datas como esta são tão relevantes Existem vários tipos de câncer que possuem uma considerável chance de cura com a detecção precoce. Dentre eles estão: câncer de mama, cólon e de colo uterino.

Detecção precoce

Para a nossa oncologista aqui da Medquimheo, Layla Nunes, em prol de obter uma detecção precoce em diferentes tipos de câncer, diversos exames específicos são feitos para diagnosticar a doença. Além de aumentar as possiblidades de cura, isso pode trazer menos riscos para o paciente em ter sequelas decorrentes da doença.

De acordo com especialistas, a realização de exames de rastreamento que detectam a patologia em seu estado inicial pode aumentar a chances de cura. No câncer de mama as chances chegam a 90%.

Exames de rastreamento

Existem alguns exames de rastreamento que conseguem detectar previamente os tipos de câncer mais comuns no Brasil. Como explica nossa médica, o câncer de mama é o tipo que mais acomete as mulheres no mundo. Para a realização de um diagnóstico precoce deve ser realizada a mamografia anualmente.

Nos homens, a tipologia mais comum é o câncer na próstata. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a cada ano acontecem cerca de 60 mil novos casos.  Para a detecção precoce da patologia são necessários exames laboratoriais e toque retal.

Aqui, na Medquimheo, você encontra os exames necessários para a detecção precoce fazendo com que a chance de cura sejam maiores. Marque uma consulta!


leucemia-vira-leucemia-entenda.jpg

janeiro 30, 2018 AnemiaLeucemia0

Apesar da leucemia e a anemia serem patologias relacionadas ao sangue, você sabia que as duas possuem diferenças na forma que acometem os pacientes? Segundo especialistas, a anemia é um sintoma que pode estar presente em diversas doenças. O sinal pode aparecer por deficiência de ferro, porém, não se transforma em leucemia. No entanto, o paciente com este tipo de câncer geralmente apresenta a condição anêmica. Quer saber mais? Continue lendo!

Anemia x leucemia

 Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) anemia é definida como a condição na qual o conteúdo de hemoglobina no sangue está abaixo do esperado. As anemias podem ser causadas por deficiência de vários nutrientes como ferro, zinco e vitamina B12.

A hematologista aqui da Medquimheo, Alessandra Prezoti, explica que a anemia mais frequente nas pessoas é a causada por deficiência de ferro. Denominada como anemia ferropriva, estima-se que correspondam a 90% de todos os casos de anemia. No entanto, a anemia ferropriva não evolui para leucemia.

Já a leucemia é um câncer maligno que tem início na medula óssea, local em que as células sanguíneas são produzidas, explica Prezoti. Na leucemia, os glóbulos brancos são as células atingidas. Por conta da patologia, elas começam a se reproduzir de forma desordenada fazendo com que o paciente desenvolva a patologia.

Para o tratamento de leucemia, devem ser realizados processos de quimioterapia, radioterapia ou até transplante de medula óssea.

Anemia: saiba quais são os sintomas

anemia-vira-leucemia

A condição anêmica ferropriva é frequente nas pessoas e possui tratamento simples, feito em geral com a suplementação de ferro. Como especifica Prezoti, indícios no corpo podem indicar a presença da patologia. Fadiga excessiva, palidez de pele e nas mucosas, menor disposição para o trabalho, devem ser observados.

Para saber um pouco mais de patologias sanguíneas é só acompanhar os nossos posts aqui no blog da Medquimheo!


farmaceutico.jpg

janeiro 19, 2018 Especialidades0

O Dia do Farmacêutico é comemorado na mesma data que celebra fundação da Associação Brasileira de Farmacêuticos, 20 de janeiro. Mundialmente, o dia do é comemorado em 25 de setembro. As duas datas enaltecem o profissional essencial na saúde pública, inclusive no tratamento do câncer. Para saber a influência do farmacêutico no processo de cura da patologia, é só continuar lendo!

Farmacêutico oncológico

A escolha pela especialização em farmácia oncológica requer do farmacêutico uma recorrente atualização sobre novos medicamentos ou terapias direcionados aos pacientes com câncer.

Para a farmacêutica aqui da Medquimheo, Priscila Spalenza, além de ter uma participação na medicamentação e no processo de tratamento do paciente, o profissional farmacêutico também contribui para a orientação do processo, oferecendo à equipe uma maior competência técnica sobre o medicamento ou terapia aplicada.

O farmacêutico no tratamento de câncer

No tratamento do câncer, o farmacêutico é responsável pelo controle de qualidade do medicamento. Além de elaborar os manuais de padronização dos procedimentos técnicos, o profissional também é incumbido pela gestão da farmácia clínica voltada ao setor de oncologia.

Relação paciente x profissional de farmácia

A boa relação entre o paciente e o profissional farmacêutico é importante para que haja adesão ao processo de tratamento. Além disso, o paciente deve ter consciência de algumas limitações consequentes no tratamento do câncer, e o papel do farmacêutico é determinante para explicações técnicas medicamentosas.

O profissional de farmácia na oncologia tem função determinante para o paciente no tratamento do câncer. Otimismo, confiança e esperança são indispensáveis para uma boa recuperação da patologia e que são repassadas ao paciente por meio do profissional.

Para saber um pouco mais sobre a atividade exercida pelo profissional de farmácia na Medquimheo, é só entrar em contato conosco ou acompanhar outros posts do nosso blog!


Dezembro-laranja.jpg

dezembro 19, 2017 Câncer de pele0

Segundo o Instituto Nacional de câncer, surgem mais de 175 mil melanomas por ano no Brasil

Com o verão, aparecem mais ocorrências de câncer de pele. Por este motivo, o Dezembro Laranja objetiva a conscientização dessa doença. Diretamente ligado ao sol, o câncer de pele é o câncer que representa cerca de 3% dos tumores malignos. De acordo com o Inca, mais de 5 mil novos casos de melanoma surgiram no último ano.

Melanoma: o que é?

O melanoma é um tumor maligno produzido por conta de algum tipo de deficiência na produção dos melanócitos, responsáveis pela produção do pigmento do nosso corpo, chamada de melanina.

Dentre as regiões em que o melanoma ocorre são comuns olhos, pele e orelhas. Nos piores casos, o câncer de pele pode atingir qualquer órgão do corpo humano por conta da metástase, ou seja, quando a patologia se espalha para outros órgãos, diferente de onde começou.

Exposição prolongada ao sol

A exposição ao sol é o principal fator de risco para a ocorrência desse tipo de doença. O câncer de pele não melanoma poderia ter sido reduzido em até 78% caso houvesse prevenção contra o sol por meio do protetor solar. Em relação ao tipo melanoma, poderia ter sido evitado em 50%. Por isso, algumas dicas para a prevenção e cuidado contra o câncer de pele são importantes.

Para a nossa oncologista, Dr. Morgana Stelzer Rossi, os melhores horários para pegar sol são durante a manhã, antes das 10 horas, e durante a tarde, após as 16 horas. A doutora informou que além disso, outros cuidados pós exposição ao sol também são muito importantes para a prevenção do melanoma.

Cuidados pós sol

Para a prevenção de câncer de pele, tipo melanoma ou não, são necessários cuidados para além da exposição ao sol. Depois da atividade ao ar livre, Rossi recomenda a hidratação por meio de água e de hidratantes para a pele e um banho gelado logo após a exposição do sol.

Para ter mais orientações sobre o câncer de pele, acompanhe o blog da Medquimheo e aprenda mais sobre como prevenir o câncer de pele.