BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

manchas roxas

manchas-roxas-no-corpo.jpg

Se você nunca ouviu o termo equimose, pelo menos já deve ter tido manchas roxas no corpo antes. Nada mais do que uma infiltração de sangue na malha de tecidos do organismo, devido à ruptura de capilares, a equimose geralmente está relacionada a traumas. Algumas vezes, no entanto, pode ser decorrente de distúrbios de coagulação ou de efeitos colaterais de alguns medicamentos. Entenda mais sobre as causas e como lidar com as manchas roxas no corpo neste post. Continue lendo!

Equimose e hematoma: qual a diferença?

equimose é caracterizada por um sangramento em que ocorre a infiltração do sangue nos tecidos do corpo, como a pele, por exemplo, devido à ruptura de alguns vasos sanguíneos, o que resulta em manchas roxas no corpo.

Por ambos serem manchas roxas no corpo, é comum confundir um hematoma e uma equimose. Porém, o hematoma acontece quando a contusão rompe vasos de maior calibre, derramando-se uma maior quantidade de sangue, que pode infiltrar-se no tecido celular subcutâneo e nos músculos. Ambos podem surgir após uma lesão, traumatismo (batidas ou pancadas), cirurgias…. Porém, também podem ser devidos a alterações hematológicas .

É importante falar que ter uma equimose espontânea não relacionada a contusões é possível. Nesse caso, ela pode ser atribuída a distúrbios da crase sanguínea ou a transtornos vasculares, sendo acompanhada de outros sinais de transtornos hematológicos. Por isso, fique atento se surgirem manchas roxas no corpo sem motivo aparente.

Manchas roxas no corpo

Nem sempre a equimose será desta coloração. Devido à reabsorção do sangue pelos macrófagos orgânicos, antes de se tornarem manchas roxas no corpo, elas serão vermelhas-azuladas e após o roxeado, se tornarão amareladas, antes de finalmente sumirem.

Um exame direto do local e uma detalhada história clínica são suficientes para que o médico faça um diagnóstico da origem da equimose. Antes de tratar, ele procurará saber o motivo do surgimento e questionará o paciente sobre seus antecedentes médicos e sobre o uso de medicamentos. O tratamento das equimoses dependerá das causas.

Acesse o blog da Medquimheo e saiba muito mais sobre saúde, bem-estar e oncologia!



mancha-roxa-leucemiaA leucemia é uma doença temida pela grande maioria. Entre os principais sintomas físicos está o aparecimento de manchas roxas pelo corpo, sem nenhum motivo aparente. É caracterizada pelo acúmulo de células jovens anormais na medula óssea, região do organismo em que são produzidas as células sanguíneas. O acúmulo de células anormais impede a produção dos glóbulos normais: vermelhos, brancos e as plaquetas. Mas médicos alertam que o aparecimento de hematomas na pele nem sempre são sinais da doença.

Outros transtornos, entre eles a púrpura imune (PTI), uma doença autoimune, caracterizada pela presença de manchas vermelhas pequenas semelhantes a picadas de inseto (petéquias), surgimento de   manchas roxas, hematomas e outros sangramentos.  Isso ocorre por conta da destruição de plaquetas por anticorpos produzidos pelo próprio organismo. “Neste caso a produção de plaquetas pela medula óssea está normal ou aumentada. Atinge, em especial, mulheres em idade fértil, mas também pode afetar homens e crianças. Outros sintomas que podem ocorrer são: sangramentos nasais, nas gengivas e no trato urinário. Hemorragias gastrintestinais e menstruais difíceis de controlar também podem acontecer”, comenta Alessandra Prezotti, hematologista da Medquimheo.

Análise do hematologista é fundamental

É necessário realizar um hemograma, que irá identificar se o nível de plaquetas está menor do que o esperado. Caso detecte alguma anormalidade, o hematologista poderá investigar a causa desta deficiência até chegar ao diagnóstico final.

Tratamento

 

Medicamentos como prednisona e imunoglobina são utilizados para o tratamento da doença. Em alguns casos, a cirurgia para a remoção do baço pode ser indicada, já que as plaquetas ligadas aos anticorpos são destruídas por este órgão.