BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Saiba quando fazer um mielograma

agosto 2, 2018 0
mielograma-exame.jpg

Também conhecido como medulograma, o mielograma é um dos exames usados para avaliação das células da medula óssea. As alterações no processo de renovação celular causam transtornos com graves consequências para o organismo, assim, o mielograma permite identificar e tratar estes transtornos. Saiba mais sobre o exame e o que esperar do procedimento neste post. Continue lendo!

Como é realizado o mielograma?

Como a medula óssea está localizada anatomicamente no interior dos ossos, o exame precisa ser feito com uma agulha cujo comprimento e grossura seja capaz de atingir a parte interna do osso e permitir a aspiração, por uma seringa, de uma porção dela. Assim, o mielograma é realizado através de uma punção óssea, seguida de aspiração de uma pequena amostra de medula que é espalhada sobre lâminas de vidro, para serem examinadas ao microscópio.

como-funciona-mielograma

Normalmente, o mielograma é feito em consultório ou ambulatório, sob anestesia local, sedação ou analgesia sistêmica, conforme as características do paciente. Em alguns casos, pode ser necessária também uma biópsia da medula óssea, exame em que se faz também a remoção de um pedaço do osso.

Quando é feito o mielograma?

mielograma é solicitado pelo médico na investigação de alterações na função, quantidade ou formato das células sanguíneas. Além disso, também é comum esse exame ser requisitado para o diagnóstico ou acompanhamento de cânceres hematológicos, suspeita de metástases, entre outras razões.

exame-cancer-mielograma

Apesar de parecer invasivo, este é um exame rápido e com complicações raras e pouco significativas. No entanto, é possível que ocorra alguma dor ou desconforto no local da punção, assim como sangramento, hematoma ou infecção.

Aqui no site Medquimheo você encontra muitas outras informações sobre esse e outros exames. O importante é que você sempre tenha todas as dúvidas sanadas e confie completamente nos profissionais envolvidos em seu tratamento. Confira mais conteúdos sobre saúde e bem-estar em nosso blog!


Deixe um comentário

Campos obrigatórios estão marcados com *