BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Saiba mais sobre o Câncer de Laringe

outubro 19, 2015 0
cancer-de-laringe.jpg
O câncer de laringe ocorre predominantemente em homens e é um dos mais comuns na região da cabeça e do pescoço, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). A laringe é constituída por cartilagens, músculos e membranas, está localizada na região da garganta e é dividida em três partes: subglote, glote e supraglote.

É na glote que estão as cordas vocais, pequenas pregas que vibram com a passagem do ar, sendo responsáveis pela voz humana.Saiba sobre como prevenir o câncer de laringe Aproximadamente 2/3 dos tumores surgem na glote e 1/3 acometem a laringe supraglótica, acima das cordas vocais.

Prevenção

O álcool e o tabaco são as causas mais associadas ao câncer de laringe. Os fumantes têm 10 vezes mais chances de desenvolver e doença e, quando associam o fumo a bebidas alcoólicas, o número sobe para 43 vezes mais.

Um estilo de vida saudável, com uma alimentação rica em vitaminais e sais minerais são formas de prevenir este tipo de câncer. Outro cuidado que deve ser tomado é evitar os calos vocais, formados quando se fala muito fala muito, sem pausas, a ponto de ficar rouco.

Sintomas

A rouquidão persistente e sem causa aparente é a principal forma do câncer de laringe se manifestar. Caso tenha o sintoma por mais de duas semanas sem motivo aparente, procure um médico. Não tratado na fase inicial, a rouquidão pode evoluir para dor durante o ato de engolir (deglutição) e falta de ar. Em casos mais avançados, podem surgir nódulos no pescoço.

Diagnóstico

A laringe pode abrigar lesões benignas que aparentam ser malignas, o que torna obrigatório uma biopsia para o diagnóstico da doença, antes de iniciar qualquer planejamento terapêutico para a cura da doença.

Tratamento

Quanto mais cedo iniciar o tratamento, mais chances do paciente se curar sem sequelas, já que a terapêutica utilizada em cânceres da cabeça e do pescoço pode causar problemas na fala, deglutição e dentes.

A laringectomia total (retirada da laringe) resulta na perda da voz fisiológica e em traqueostomia definitiva (abertura de um orifício artificial na traqueia, abaixo da laringe). Como a preservação da voz é importante, a radioterapia pode ser empregada primeiro, deixando a cirurgia para o resgate, quando a radioterapia não for suficiente para controlar o tumor.

Mesmo pacientes submetidos à laringectomia total é possível a reabilitação da voz através de próteses fonatórias tráqueo-esofageanas.


Deixe um comentário

Campos obrigatórios estão marcados com *