BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Você sabia? Ovo de galinha não é tudo igual!

setembro 4, 2017 0
ovo-de-galinha-1.jpg

Manter a saúde em dia é fundamental para ter uma vida longa. Muito consumido na alimentação dos brasileiros, o ovo de galinha é extremamente versátil. Ele pode estar presente em diversas refeições: café, almoço e jantar. No entanto, existem diferentes tipos de ovo de galinha. Entenda!

O ovo de galinha é uma excelente fonte proteica. A nossa nutricionista aqui da Medquimheo, Janine Rover, que faz parte da equipe multidisciplinar, conta que esse alimento é muito importante para uma boa alimentação. “O ovo é rico em vitaminas, minerais e substâncias antioxidantes que protegem o organismo. Ele é considerado um dos alimentos mais completos para a saúde humana”, afirma.

Tipos de ovo de galinha

A cor tem relação apenas com a raça do animal. Galinhas de penas vermelho-amarronzadas produzem ovos nesses tons. Já as galinhas brancas, produzem ovos brancos. Segundo o Ministério da Agricultura, podemos classificá-los em três tipos: de granja, caipiras e orgânicos. Confira o que é cada um deles!

  1. De granja

Esse tipo é feito em um esquema de produção industrial. Mas o que significa isso? As galinhas ficam confinadas, comem sem parar e ficam sem se mexer dentro de gaiolas. “A ração é a base de soja, milho e farinhas de origem animal. Elas consistem em uma mistura de subprodutos não comestíveis de bovinos, suínos, aves e peixes”, explica nossa nutricionista.

  1. Caipiras

    ovo-galinha-caipira

São produzidos por galinhas criadas fora de gaiolas e que ciscam livremente. Elas põem ovos em ninhos cobertos e sua alimentação é toda de origem vegetal.

  1. Orgânicos

Janine Rover continua: os orgânicos são produzidos por animais que recebem alimentação 100% orgânica. Dessa forma, os alimentos são sem agrotóxicos e fertilizantes químicos. Esse ovo de galinha possui mais vitaminas que os outros tipos. “Uma galinha de produção orgânica põe, em média, um ovo por dia”, conta.

Gostou das dicas sobre o ovo de galinha? Continue acompanhando o blog da Medquimheo e mantenha-se informado!


Deixe um comentário

Campos obrigatórios estão marcados com *