BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Novembro-Azul-1.jpg

A campanha Novembro Azul reforça a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. Propõe ao público masculino mudanças de hábitos, acontece anualmente em todo o mundo.  O oncologista Vitor Fiorin destaca que até o final de 2019 são previstos, somente para o Espírito Santo, 1.510 novos casos da doença.

 “O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. O movimento Novembro Azul é extremamente importante, já que é fundamental informar, alertar e conscientizar os homens sobre a doença, para que, assim, os índices de mortalidade dos pacientes possam diminuir ”, acrescenta.

Quais são os fatores de risco do câncer de próstata?

É preciso estar atento aos fatores que podem aumentar as chances de um homem desenvolver o câncer de próstata. Listamos abaixo alguns deles. Confira:

  • Idade: o risco de desenvolver câncer de próstata aumenta com a idade. Segundo dados divulgados pelo Instituto Oncoguia, aproximadamente 80% dos homens são diagnosticados após os 65 anos. São raros casos da doença em homens com menos de 40 anos – quando isso acontece, geralmente, associa-se ao histórico familiar;
  • Histórico familiar: caso o pai, avô ou irmão tenham adquirido o câncer de próstata antes dos 60 anos, aumentam as chances de desenvolvimento da doença; 
  • Sobrepeso e obesidade: ainda de acordo com o Instituto Oncoguia, a obesidade está influenciando, diretamente, na incidência do câncer de próstata. Além disso, o tumor em homens obesos é mais agressivo.

Saiba quais são os sintomas do câncer de próstata

Durante a fase inicial da doença, o câncer de próstata costuma ter a evolução silenciosa e dificilmente apresenta sintomas. No entanto, vale ressaltar 

que, quando apresenta, os mais frequentes são:

  • Dificuldade em urinar;
  • Demora em começar e terminar de urinar;
  • Sangue na urina;
  • Diminuição do jato de urina;
  • Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite.

Já em fase avançada, pode provocar dor óssea e, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal.

Esteja atento às formas de prevenção!

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), as chances de cura do câncer de próstata aumentam em 90% quando a doença é diagnosticada precocemente. A detecção pode ser feita por meio da investigação, com exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos. Fazê-la precocemente é uma estratégia para encontrar o tumor ainda em fase inicial e, assim, facilitar o tratamento e a cura.

A melhor forma para prevenir e/ou detectar o câncer de próstata é realizar anualmente, a partir dos 45 anos de idade, o exame de toque retal e o de sangue, para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico). Apesar de ser cercado de preconceito e evitado por grande parte dos homens, o toque retal tem uma importância enorme, pois é por meio dele que o urologista consegue perceber a presença de um nódulo e até mesmo sentir a consistência da próstata, podendo, assim, identificar um tumor.

Faça como a Medquimheo e abrace a campanha do Novembro Azul. Separamos mais dois conteúdos sobre câncer de próstata que serão muito úteis a você. Confira:

O tabu existente no exame para prevenção e detecção do câncer de próstata

Câncer de próstata é o mais incidente em homens capixabas


Deixe um comentário

Campos obrigatórios estão marcados com *