BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Imunoterapia: entenda o tratamento promissor

outubro 11, 2016 0
imunoterapia-cancer.jpg

A medicina vem buscando cada vez mais alternativas para combater os diversos tipos de câncer. Nos últimos anos, novas descobertas sobre o uso do sistema imunológico como estratégia de tratamento contra a doença vem apresentando resultados positivos. A novidade representa uma grande evolução na oncologia, e em fevereiro, a Sociedade Norte-Americana de Oncologia Clínica (ASCO) elegeu a imunoterapia como o maior avanço contra o câncer em 2016.

O que é imunoterapia?

O câncer aparece quando cheap nfl jerseys ocorre um erro na duplicação das células do corpo, dando origem a uma célula cancerígena. Com o DNA comprometido, ela passa a se multiplicar rapidamente. Essas células podem enganar o sistema imunológico para que não pareçam ser uma ameaça. Com isso, são capazes de anular a resposta imune que poderia destruí-las.

imunoterapia-tratamento

A imunoterapia possui um papel importante para combater essas células. O tratamento usado contra o câncer utiliza o próprio sistema imunológico do paciente para destruir as células cancerígenas. De acordo com a nossa oncologista, Morgana Stelzer Rossi, a imunoterapia estimula o sistema imune a reconhecer as células cancerígenas e, consequentemente, a atacar e destruir o tumor.

Quando é indicada?

Os primeiros resultados satisfatórios vistos no uso da imunoterapia foram observados no tratamento de alguns tipos de tumores na pele (melanoma) e no pulmão. No entanto, a técnica tem se mostrado adequada para combater outros tipos de tumores como câncer no rim, no ovário e no cólon.

Segundo a oncologista, a imunoterapia é usada, principalmente, em casos de câncer em estágios avançados, pois os resultados para esses fatos estão sendo positivos. “O uso da imunoterapia contra o câncer foi recentemente aprovado no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e tem sido oferecido em hospitais privados e por algumas instituições públicas que participaram da pesquisa”, destaca.

Tratamento

O tratamento é feito por diferentes medicamentos, que são aplicados no paciente de maneira intravenosa (nas veias) ou subcutânea (abaixo da pele). De acordo com Morgana, os imunoterápicos apresentam muito menos efeitos colaterais que a quimioterapia. “A medicação diminui a dor do paciente, além de ser menos tóxica e mais eficaz”, explica a especialista.

Na Medquimheo você pode contar com uma equipe especializada no tratamento do câncer em Vitória. São sete oncologistas, sendo quatro especializados na área pediátrica, e três no atendimento de adultos, além de um cirurgião oncológico e dois mastologistas.


Deixe um comentário

Campos obrigatórios estão marcados com *