Câncer de esôfago

julho 5, 2016

O câncer de esôfago quase não apresenta sintomas em sua fase inicial. Porém, com o passar do tempo, o paciente pode começar a ter dificuldade e dor ao engolir, dor retroesternal e torácica, sensação de obstrução à passagem do alimento, náuseas, vômitos e perda do apetite.

O diagnóstico é feito por meio da endoscopia digestiva com biopsia e estudos citológicos.  Se o paciente diagnosticar o câncer de esôfago no começo, as chances de cura são altas, giram em torno de 98%.

Depois do estudo do estágio da patologia, idade do paciente e características gerais do mesmo, o tratamento pode ser definido. Cirurgia, quimioterapia, radioterapia e tratamento endoscópio são alguns dos métodos indicados para tratar o câncer de esôfago.