BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Dia Mundial do Doador de Sangue: amor que circula

junho 12, 2017 0
doar-sangue.jpg

A palavra doação, por si, já expõe a premissa de uma das iniciativas mais generosas que o ser humano pode expressar. No dia 14 de junho celebra-se o  e mostra como é importante a conscientização! Você sabia que uma média de 500 ml de sangue pode privilegiar até três pessoas? Isso porque ele é fracionado em: plaquetas, plasma e concentrado de hemácias.

Embora no Brasil apenas 1,8% da população doe sangue atualmente, o cenário já apresenta relativa melhoria, como apontam os dados do Ministério da Saúde. Entre 2013 e 2014, houve aumento de 5% na coleta de bolsas de sangue no país, passando de 3,5 milhões para 3,7 milhões.

Segundo um dos médicos da nossa equipe de hematologia aqui da Medquimheo, Wesley Goulart, há uma preocupação em sensibilizar e fidelizar novos doadores. “Os estoques estão quase sempre baixos e várias pessoas dependem de voluntários que estejam dispostos a tirar apenas um tempo do dia para fazer essa ação, que, de fato, salva vidas”, explica.

Atenção aos pacientes com câncer

Os pacientes que fazem tratamento de quimioterapia e radioterapia, ou fizeram transplante de medula óssea, além daqueles que passaram por cirurgias, necessitam regularmente de transfusões de sangue. “Os tipos sanguíneos O positivo e negativo são os mais procurados. É primordial as pessoas se conscientizarem mais”, esclarece.

 doacao-de-sangue

Regras para doar sangue

Podem doar pessoas com peso mínimo de 50 quilos, que tenham entre 18 e 69 anos. Também são aceitos candidatos à doação de sangue com idade entre 16 e 17 anos, havendo o consentimento formal do responsável legal. O candidato não deve estar cansado, não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação e não estar em jejum.

Quem está impedido de doar

Para a segurança do receptor do sangue, estão impedidos de doar aqueles que tiveram diagnóstico de hepatite após os 11 anos de idade, pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como Aids, hepatite, sífilis e doença de Chagas, usuários de drogas, aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual sem uso de preservativos, e mulheres grávidas ou amamentando.

Entendeu um pouco mais sobre a importância da doação de sangue? Pratique esse gesto e deixe o amor circular!


Deixe um comentário

Campos obrigatórios estão marcados com *