BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Uncategorized

receitas-saudaveis-festas-juninas-e1561394134702.jpg

O mês de junho é um dos mais esperados do ano e os motivos são óbvios: as festas juninas! Um dos símbolos mais importantes do São João são as comidas típicas: milho, canjica, cocada, paçoca, bolo de fubá, arroz doce, pé de moleque, pamonha e cuscuz são alguns dos alimentos considerados “carros-chefes” nessa época do ano.

A nutricionista da Medquimheo, Naira Fraga, preparou um conteúdo especial com duas receitas saudáveis para que você aproveite as festanças com mais saúde.

Canjica

Ingredientes:

  • 3 colheres de sopa de açúcar de coco ou mascavo;
  • 2 colheres de sopa de biomassa de banana verde;
  • 250 gramas de canjica branca;
  • 50 gramas de coco ralado;
  • 200 ml de leite de coco;
  • 750 ml de leite;
  • 400 ml de água;
  • Canela em pau;
  • 1 pitada de sal.

Modo de preparo

Coloque a canjica de molho na água por cerca de 24 horas. Em seguida, transfira somente a canjica para uma panela de pressão e acrescente o leite, a água, a biomassa de banana verde e o açúcar mascavo ou de coco. Deixe cozinhar por, aproximadamente, 40 minutos, e desligue o fogo. Quando perceber que o conteúdo do recipiente já esfriou, adicione o coco ralado, o leite de coco, a canela e o sal. Volte novamente ao fogo (desta vez sem pressão) e mexa todos os ingredientes. Quando atingir um ponto cremoso é a hora de tirar do fogo e servir! Para quem gosta, uma boa dica é polvilhar com canela.

Bolo de fubá integral

Ingredientes:

  • 1 xícara de farinha de trigo integral;
  • 1 xícara de fubá;
  • 1 xícara de açúcar demerara;
  • 1/2 xícara de leite;
  • 3 ovos;
  • 1 colher de sopa de fermento;
  • 3 colheres de sopa de manteiga.

Modo de preparo

O primeiro passo é separar as claras das gemas e bater as claras em neve. Em seguida, é preciso adicionar cada ingrediente separadamente, até formar uma massa homogênea. A ordem deve ser: açúcar, gemas, farinha de trigo, fubá, leite, manteiga e fermento. Depois, basta despejar em uma forma e levar ao forno para assar. Por fim, desenforme e sirva.

O ponto do bolo: para saber a hora certa de tirá-lo do forno, espete um palito no bolo. Caso ele saia limpo, significa que está pronto.

A Medquimheodeseja uma excelente Festa Junina para você e toda sua família! E lembre-se: saúde em primeiro lugar! Aproveite também para conferir outras duas dicas de ouro da nossa nutricionista: suco verde de pêssego, que garante energia para o dia todo e quais são os alimentos capazes de ajudar na prevenção do câncer.

Fonte: Naira Marceli Fraga Silva – nutricionista – CRN4: 15101252.


dia-mundial-do-lupus.jpg

maio 13, 2019 Uncategorized0

No último dia 10 de maio foi comemorado o Dia Mundial do Lúpus. A data vem para conscientizar e informar sobre a doença, que apesar de ainda não ter cura, recebe avanços no tratamento. Conheça seus sintomas, tratamentos e diagnósticos no post de hoje!

Lúpus e seus sintomas

Valquíria Dinis, reumatologista da Medquimheo, orienta e alerta sobre a doença. “O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) é uma doença autoimune e crônica, que pode afetar múltiplos órgãos e tecidos. Apesar de acometer qualquer pessoa, as mulheres jovens são as mais propensas. As manifestações clínicas podem ser gerais como febre, emagrecimento, perda de apetite e fraqueza. Ou específicas de cada órgão, como lesões na pele, dor nas juntas, inflamação nas membranas que recobrem o pulmão e coração, problemas no sangue (anemia, queda dos glóbulos brancos, quedas das plaquetas) e renais”, explica.

Diagnóstico

Os sintomas podem variar de pessoa para pessoa e mudar com o passar do tempo. Contudo, o diagnóstico envolve a avaliação dos sintomas clínicos, o exames físico feito pelo médico e a interpretação dos exames laboratoriais.

Tratamento

Podem ser utilizadas drogas que controlam a imunidade ou até tratamentos locais com pomadas. “De uma forma geral, quando é feito de forma adequada, incluindo o uso correto dos medicamentos, a realização periódica de exames, o comparecimento às consultas com reumatologistas e os cuidados gerais, que incluem alimentação saudável, prática de exercícios físicos regulares, abandono do tabagismo e uso diário de protetor solar, é possível obter um bom controle da doença e melhorar de forma significativa a qualidade de vida destes pacientes”, finaliza a especialista.

A Medquimheo se preocupa com você! Estamos sempre à disposição. Continue acompanhando nossos posts.

Fonte: Valquiria Dinis – reumatologista – Vice-presidente da Sociedade de Reumatologia do Espírito Santo – CRM: 13615


exames-oncologicos.jpg

Para verificar a pressão, níveis de glicemia, colesterol e batimentos cardíacos é necessário fazer, anualmente, os exames básicos gerais, conhecidos como check-ups. Mas você sabia que existem aqueles que são próprios para o câncer? São os chamados onco check-ups.

Carolina Conopca, oncologista da Medquimheo, conta que com o avanço da ciência e tecnologia, a prevenção e o diagnóstico precoce dos diversos tipos de cânceres se tornam cada vez mais fáceis. “Isso porque hoje existe uma gama de exames oncológicos preventivos e orientações médicas que têm o intuito de prevenir o surgimento da doença ou aumentar suas chances de cura”, explica.

Mamografia: exame para o câncer de mama

O tumor mais frequente no sexo feminino é o de mama. Dra.Carolina informa um dado relevante. “Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), até o final do ano são previstos 59.700 casos no Brasil e 1.130 somente no Espírito Santo”, alerta. Para a prevenção da doença, a sociedade Brasileira de Mastologia recomenda que as mulheres iniciem a mamografia a partir dos 40 anos de idade e que repitam anualmente.

Papanicolau: exame para o câncer de colo uterino

É imprescindível que toda mulher que já iniciou sua vida sexual faça, anualmente, o exame preventivo papanicolau no ginecologista. Isso ajuda a detectar os tumores do colo de útero.

Toque retal: exame para o câncer de próstata

Nos homens o tumor mais frequente é o de próstata. De acordo com o Inca, em todo o País cerca de 68.220 casos estão previstos até o final de 2019. Desses, 1.510 no Espírito Santo. “Para investigar a doença, é indicado que a partir dos 50 anos de idade, realize o exame de sangue (PSA) e o toque retal”, esclarece a oncologista. A importância desse último exame é tão grande que 20% dos tumores de próstata não alteram o PSA. Contudo, quando este é associado ao toque, a taxa de erro cai para menos de 5%.

Tomografia de tórax: exame para o câncer de pulmão

O câncer de pulmão é oque mais mata no Brasil e no mundo. Mas, também pode ser prevenido. Para os pacientes tabagistas, a partir dos 50 anos de idade, é aconselhada a realização anual de uma tomografia de tórax. Entretanto, não substitui uma das principais formas de prevenção da doença: a suspensão do cigarro.

Colonoscopia: exame para o câncer de intestino

Esse exame permite a análise do revestimento interno do intestino grosso e parte do delgado correspondente ao reto, ao cólon e o íleo terminal. O que ajuda a encontrar pólipos, tumores, inflamações, úlceras e outras alterações do órgão, servindo como um dos principais métodos de rastreamento do câncer de cólon e reto.

Cuide-se!

Quanto mais cedo você descobrir a doença, maior será sua chance de cura. Marque seu onco check-up!

Fonte: Dra. Carolina Conopca – oncologista clínica – CRM: 11.130