BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Medquimheo em ação



Estudos comprovam que fatores como a obesidade e a vida sedentária podem aumentar a incidência de alguns tipos de câncer. Esses dois pontos, quando aliados, estão relacionados com 20% dos casos de câncer de mama, 50% dos carcinomas de endométrio (camada que reveste a parte interna do útero), 25% dos tumores malignos de cólon e 37% dos casos de adenocarcinoma de esôfago. Exercícios físicos têm o poder de ajudar a combater o câncer, depressão e até mesmo o mau humor, já que durante o processo o corpo libera substâncias como a endorfina e serotonina, responsáveis pelas sensações de bem-estar e alegria. Para reforçar a importância dessas atividades, profissionais da saúde promovem, no dia de março, 10, o Dia Nacional de Combate ao Sedentarismo.
 

Segundo o mastologista Dr.Anselmo Luiz Penna, da Medquimheo, a associação da obesidade com o sedentarismo pode resultar em diversos transtornos à saúde da mulher. “Mulheres obesas e sedentárias têm risco relativo aumentado para o câncer de mama”, alerta Penna.
 

De acordo com o fisioterapeuta especializado em oncologia Leo Henrique Pretti, atividades de resistência são aliadas do tratamento contra o câncer. “Levantam o astral dos pacientes que lutam para vencer a doença e melhoram até mesmo a qualidade do sono e humor. Ajudam, ainda, a trazer mais equilíbrio, coordenação e força muscular, já que a quimioterapia suga muita energia e traz efeitos colaterais. São ideais, também, em pré e pós-operatórios”, comenta Pretti.
 

Disciplina e comprometimento são fundamentais
 

Para Dinair Freitas Angelo, 42, a cada treino é uma emoção diferente. Ela é corredora há sete anos e já disputou diversas corridas no Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo. “Chego a fazer 12km a cada treino. Minha carga horária é um dia sim, outro não. Quando chove ou acontece algum contratempo, fico angustiada, porque hoje não vivo mais sem me manter ativa. Agora, meu objetivo é participar de uma maratona no dia 27 de julho, em que terei que disputar os 42Km”, disse.
 

Engana-se quem pensa que a prática de atividades exclui a importância de hábitos alimentares saudáveis. Alimentos ricos em vitaminas e nutrientes são fundamentais para bons resultados e para uma saúde em dia. Dinair conta que precisou cortar muitos itens do cardápio para manter uma rotina melhor. “Frituras passam longe do meu prato. Essa escolha influenciou diretamente em minha vida de uma maneira que nem consigo dimensionar. Vale muito a pena”, completou.
 

Mudança de vida
 

A veterinária Inês Monteiro, 43, emagreceu 18 quilos com o auxílio de exercícios e uma alimentação equilibrada. Ela já participou de 27 corridas e, assim como Dinair, tem se preparado para uma maratona em julho. “Há três anos eu sigo uma rotina mais saudável. Minha vida mudou por completo e, hoje, até os meus exames têm demonstrado resultados mais satisfatórios. Além disso, os exercícios me ajudaram no combate a problemas como dor nas costas. A autoestima também melhorou e me sinto mais jovem”, pontua.

 




O Dia da Mulher representa a força do público feminino. E para demonstrar a persistência e busca pela cura das mulheres com câncer, a clínica capixaba Medquimheo promove, de 7 a 14 de março, a exposição de fotos batizada com o nome de “Mulheres Reveladas”, de 12 pacientes em tratamento. Sob as lentes da fotógrafa Helena Nogueira, elas demonstram que a autoestima também contribui para um resultado de sucesso.

 

A equipe multidisciplinar da clínica, formada por médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas e recepcionistas está à frente da iniciativa, que também será uma homenagem a todas as mulheres capixabas que enfrentam a doença.

 

Combate ao preconceito

 

Quebrar o preconceito por parte da sociedade em relação aos pacientes com câncer. Esse é um dos objetivos do evento. De acordo com a administradora Fabiana Belchior, que é uma das organizadoras, a ação irá enaltecer as qualidades das mulheres com a doença, que lutam e não perdem de vista os cuidados com a beleza. “Essa é uma troca de experiência entre elas. A exposição será mais um motivo para que elas sintam que as pessoas se importam pelo que elas vivem e sentem nessa fase. O público poderá conferir o lado mais guerreiro e forte das mulheres”, comentou Fabiana.

 

Retorno da autoestima

 

Fabrisia Viana, 43, já finalizou 50% do tratamento contra um tumor na mama esquerda. Ela conta que o editorial fotográfico que participou para a exposição aumentou sua autoestima. “Há muito tempo eu não conseguia tirar uma foto minha, desde que perdi meus cabelos. Quando olhava para o espelho não apreciava o que via e, agora, estou como modelo em uma exposição. Foi um desafio. Hoje, me sinto mais bonita, mais forte e feliz. O mais interessante foi ter contato com outras mulheres que passam pela mesma luta. Trocamos experiências, aflições e medos, mas compartilhamos a vontade de cada uma em melhorar”, completou.

 

Conscientização sobre a doença

 

Há alguns anos o câncer era sinônimo de morte. Para levantar a bandeira de que a doença tem cura e que a mulher pode se sentir amada e feliz, mesmo durante essa fase, a exposição demonstrará, principalmente, os olhares e sorrisos das pacientes.

 

“Esse evento é um sinônimo de vitória e demonstrará que hoje o leque de tratamento é muito grande. Percebi que durante o câncer tive a oportunidade de reviver. A doença, por incrível que pareça me fez mais forte. E é exatamente isso que espero passar a quem puder conferir de perto esse trabalho”, pontuou Fabrisia.

 

União que faz a diferença

 

Os funcionários da clínica estão todos envolvidos com a causa, principalmente o time formado por mulheres, que está a todo o vapor para por o projeto em prática. A exposição será toda ornamentada pela equipe que se uniu para fazer a diferença na data. Janine Rover de Mello, que é nutricionista, esteve envolvida em todas as etapas da ação e explica que o mais prazeroso em participar será conferir a interação e alegria das participantes. “As pacientes que toparam participar são guerreiras. São donas de casa, mães, trabalham fora e, além disso, estão passando por um tratamento difícil, mas nem por isso desanimaram. Mantiveram o astral e autoestima. Uma dá força para a outra. Tudo isso poderá ser notado no dia do lançamento da exposição. Elas estão bem ansiosas para ver o resultado”, adianta a nutricionista.

 

A coordenadora de recepção Mayana Esteves desde o início do projeto já estava confiante de que a iniciativa seria marcante para todos que participassem, incluindo os membros da organização. “Não dimensionei o prazer que senti ao ver cada sorriso estampado no dia da sessão de fotos. Fiquei emocionada várias vezes, com cada relato naquele momento. As risadas eram soltas, as poses eram espontâneas e as brincadeiras eram muitas. Tem sido muito gratificante e enriquecedor trabalhar para a realização deste evento. Tenho certeza de que será um sucesso”, relatou Mayana.

 

Serviço

 

A exposição estreia no dia 7 de março, das 19h às 22h. De 8 a 14 de março será das 7h às 18h na clínica Medquimheo. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (27) 3024-7777.  

 
 



A Medquimheo promove, no próximo dia 14, o 1º Papeando. A ação visa a criar um espaço para que pacientes e seus familiares tenham um momento com a equipe multidisciplinar para discutir detalhes sobre o tratamento. Este primeiro encontro será conduzido pelas psicólogas Priscila Souza Rodrigues Pereira e Rachel Tinoco Marinho Alves.     

O objetivo é que ações como esta acontecem uma vez por mês. Palestras, oficinas e conversas com diversos profissionais das áreas de enfermagem, farmácia, médicos e terapeutas ocupacionais serão o foco.

 

Vagas

As vagas são limitadas. Os interessados devem ir à recepção da clínica e fazer o cadastro. O encontro é gratuito e começará às 9h.

 

 



O tratamento contra o câncer pode ser bem desgastante emocionalmente. Para isso, o paciente precisa ter a consciência de que é importante buscar momentos de tranquilidade e diversão. Algumas pessoas precisam de autorização médica para curtir alguns passeios em que podem comprometer à saúde, devido a questões como baixa imunidade. Mas, ainda sim, há uma infinidade de opções para aproveitar no aconchego do lar e que permitem uma alegria impagável.

Com a autorização do especialista, também é possível programar sua agenda para o cinema, ir à praia ou ao teatro. Convide sua família ou um amigo para aproveitar essas ocasiões com você.

Programas caseiros

Alugue um filme! – Aposte nos gêneros de comédia romântica ou aventura. Essas são as indicações que não têm erro para quem procura relaxar o corpo e a mente. Há obras brasileiras e estrangeiras muito empolgantes que indicamos. 

Sugestões: “Meus dois Amores”, “Minha mãe é uma peça”, “Mato sem cachorro” e o “Amor não tira férias”.

Invista em bons livros – A leitura renova a alma, garante horas de adrenalina, emoção e boas gargalhadas. Não deixe de ler!

Sugestões: “A Cidade e as Serras”, de Eça de Queirós; “Os últimos quartetos de Beethoven e outros contos”, de Luis Fernando Veríssimo” e “Comédias Brasileiras de verão”,  de Luis Fernando Veríssimo.

 

E aquela história de que o tratamento abate, mas não precisamos nos abater juntos, continua valendo, sempre! Erga a cabeça e o mais importante: divirta-se!