BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Dicas da Nutricionista


Náuseas e vômito podem ser efeitos colaterais da quimioterapia. Para ameninar esses sintomas, a nutricionista Janine Rover de Mello apresenta mais um ingrediente funcional: o gengibre!  Natural do sudeste asiático, essa planta é uma das mais antigas e populares do mundo. Suas propriedades terapêuticas são resultados das ações de várias substâncias.

É indicado para programas de desintoxicação do organismo. Possui uma ótima ação no sistema digestivo, estimulando a secreção gástrica e, com isso, melhorando a digestão.

Pode ser usado de diferentes maneiras. É, de fato, picante, mas consegue dar um sabor especial a pratos doces e salgados. Fresco, seco, em conserva ou cristalizado, rende para diversas receitas.

Receita de sopa!

Creme de abóbora, com frango e gengibre

Ingredientes:

1 cebola
1 dente de alho
1 colher (sopa) de óleo de canola
3 copos de água
1 kg de abóbora amarela em pedaços
1 pedaço pequeno de gengibre
1 colher (chá) de sal
2 filés de frango cozidos e desfiados

Mãos à obra:

Comece higienizando adequadamente os vegetais. Pique a cebola e o alho e refogue-os na panela com o óleo de canola. Cozinhe a abóbora no vapor até que fique macia. Bata no liquidificador com pouca água (consistência de creme). Acrescente o creme de abóbora à panela com o refogado, junte o gengibre e ferva. Acrescente o sal com moderação. Salpique o frango desfiado e sirva a seguir.

 

 

 



Os passeios às praias aumentam com o calor, que é típico do verão. Em locais como esses nunca é demais ter atenção ao que comer, já que os alimentos ficam mais expostos à contaminação. Entre as combinações que devem ser evitadas estão: queijo coalho, cachorro quente, empadas e espetinho de carne e camarão.

As dicas da nutricionista Janine Rover de Mello são produtos de procedência confiável e, que de preferência, sejam preparados em casa. “É possível levar uma lancheira com frutas, saladas de frutas, barras de cereais e petiscos saudáveis. É necessário evitar, também, as comidas gordurosas. Trazer do lar um sanduíche natural é uma boa opção”, comenta.

Sugestão

Na praia, uma boa opção para se refrescar são os picolés de frutas. Mas lembre-se de consumir apenas os de marcas conhecidas e confiáveis.



O verão é uma estação que exige cuidados especiais com o que é ingerido. Manter uma alimentação leve e procurar estar bem hidratado devem ser medidas diárias. Com o calor, transpiramos mais e precisamos repor constantemente a perda de líquidos para evitar a desidratação.

Janine Rover de Melo, nutricionista da Medquimheo, explica que uma opção de hidratação, além da água, é a água de coco, um isotônico natural, que é rico em minerais como o sódio e o potássio. Esses são elementos essenciais para o equilíbrio hídrico e para promover o funcionamento de músculos e do metabolismo. “Importante lembrar que a água de coco não é um alimento livre de calorias, portanto, não deve ser ingerida livremente por pessoas que têm restrições calóricas e os diabéticos, por exemplo”, alertou.

Sugestão para os dias de calor!

Coloque rodelas de limão na água ou folhas de hortelã. Esse truque cria a famosa água aromatizada!

 

 

 

 



As festas de fim de ano são próprias para repor as energias e passar com a família e amigos. E nesta temporada é importante que os pacientes com câncer tenham cuidados redobrados com os quitutes servidos nos eventos de Natal e Ano Novo.

Janine Rover de Melo, nutricionista da Medquimheo, orienta que é necessário evitar o jejum prolongado, principalmente, entre as refeições mais importantes do dia: café da manhã e almoço. Isso evita, por exemplo, que à noite aconteçam exageros.

Iniciar a ceia pela salada e mastigar os alimentos, sem pressa, também são dicas da profissional. “Vale, também, optar por farofas com frutas e vegetais. As carnes brancas, como frango, peixe e peru, são as mais indicadas. Caprichar nos vegetais, antes de servir-se com os pratos mais calóricos são boas pedidas”, comenta.

Na hora da sobremesa, Janine indica as frutas frescas ou as preparadas com frutas.

Hidratação

Durante o dia é normal transpirar muito. Quem fica sem beber água, deixa de repor os líquidos perdidos. É preciso tomar muito cuidado nesta época, em que os dias são mais quentes. A proposta é: Não se esquecer da garrafinha. Deve estar sempre ao alcance das mãos.

Receita – Farofa de Linhaça para a Ceia de Natal

Ingredientes

1 cebola cortada em rodelas ou picada
1 dente de alho
2 cenouras raladas
2 colheres de azeite
Sal em pouca quantidade (sal marinho é uma boa opção)
1/2 xícara de chá de linhaça triturada
Orégano e cheiro verde picado
Farinha de mandioca- 1 xícara de chá

1 pitada de pimenta a gosto.

Modo de Fazer

Numa frigideira coloque a cebola e alho no azeite, sempre em fogo baixo. Quando ela estiver transparente, coloque a cenoura ralada, o sal e misture até a cenoura ficar levemente cozida. Acrescente o orégano, a linhaça e misture no fogo, por no mínimo 3 minutos.

Logo após, coloque o cheiro verde e a pimenta. Misture bem. Junte os ingredientes à farinha de mandioca aos poucos até ficar no ponto de seu gosto.

 




Dados da Sociedade Brasileira de Diabete indicam que a cada 5 segundos surgem novos casos da doença. Janine Rover de Melo, nutricionista da Medquimheo, alerta que pacientes diabéticos, que estão em tratamento contra o câncer, devem ficar atentos ao que comem. Entre os desafios diários está o de ter uma alimentação saudável, sem aumentar a glicose.

Janine orienta a redução de alimentos com alto teor de gordura saturada e o aumento da ingestão diária de frutas e vegetais. Esses são alimentos ricos em fibras, vitaminas e minerais, que ajudam a promover a saciedade e o bom funcionamento do organismo. “Aveia e batata yacon, que são ricas em fibras solúveis, diminuem a glicose no sangue de forma bastante eficaz. É importante, ainda, realizar um fracionamento da dieta. O ideal é fazer de 5 a 6 refeições ao dia (a cada 3 horas), com alimentos variados e em pequenas quantidades”, sugere.

Confira uma receita de sopa de batata yacon com alho-poró!

Ingredientes:

. 2 colheres (sopa) de cream cheese light
. 1 cebola em fatias
. 6 alhos-porós cortados em rodelas (só a parte branca)
. 500 g de batata yacon descascada e cortada em fatias
. 4 xícaras (chá) de água
. 150 g de peito de frango
. 1 colher (sopa) de tomilho
. 1 colher (sopa) de  salsa
. 1/2 colher (chá) de pimenta-do-reino

Modo de preparo: Refogue o cream cheese, a cebola e o alho poró. Coloque a batata e a água. À parte, cozinhe o frango. Junte o frango ao creme. Cozinhe com a panela semi-tampada. Morno, bata no liquidificador. Volte à panela, junte os temperos, ferva e sirva.

 



A alimentação das crianças, em geral, precisa ser monitorada com muito cuidado pelos pais. Para os pequenos que estão em tratamento contra o câncer, esse zelo deve ser redobrado. Comidas gordurosas não estão liberadas, pois podem comprometer a saúde.

O Dia das Crianças se aproxima e, as guloseimas preferidas da infância são atrativos. A dica da nutricionista Janine Rover de Mello para esta data é que os pais fiquem atentos e evitem exageros. Ela sugere o preparo de panquecas coloridas. “Apostar em cores variadas, torna o prato mais atraente. A apresentação dos alimentos é uma forma de instigar o apetite”, explica.

Essa é uma ótima forma de tornar a alimentação divertida, além de ser saudável!

 

Panqueca colorida

Ingredientes:

  • ½ xícara de chá de amido de milho
  • ½ xícara de chá de quinoa
  • 1 xícara de chá de leite
  • 1 ovo
  • 1 pitada de sal

 

Modo de Fazer: Bata todos os ingredientes da massa no liquidificador até formar uma massa homogênea. Aqueça uma frigideira pequena, unte com uma gota de azeite. Despeje um pouco da massa e espalhe uniformemente na frigideira. Espere um pouco e vire a massa. Assim que virar a massa acrescente a misturo do recheio e feche a massa ao meio. Doure a massa dos dois lados, e sirva.

 

Como colorir a massa: Use um pedaço de cenoura (para uma coloração laranja) ou beterraba (coloração rosa) ou algumas folhas de espinafre (coloração verde) e bata junto à massa.

 

Para o recheio:  Queijos magros como cottage, ricota, peito de peru, tomate, azeitona, palmito, frango desfiado ou carne moída. As crianças podem participar no preparo e escolher o seu recheio.





Pacientes com câncer precisam de cuidados orais específicos. Durante o tratamento é comum que ocorram efeitos colaterais como a xerostomia, caracterizada pela sensação de boca seca. Ter acompanhamento odontológico e uma alimentação equilibrada é muito importante nessa etapa.

A nutricionista Janine Rover de Mello, explica que ter sempre uma garrafa de água à mão é fundamental, afinal, o corpo precisa estar bem hidratado. “Para estimular a salivação, o paciente pode ingerir bebidas cítricas, como limonada e suco de laranja, além de mascar chicletes ou balas sem açúcar, nos sabores de menta ou hortelã”, recomenda.

 

Outras sugestões:

 

– Pingar gotas de limão nas saladas e bebidas;

 

– Mastigar e chupar gelo feito de água ou  água de coco ou suco de fruta;

 

– Ingerir líquidos durante as refeições para facilitar a mastigação e deglutição;

 

– Acrescentar molhos, caldos e sopas nas refeições;

 

– Mastigar bem os alimentos;

 

– Evitar cafeína (café, chá preto e mate).

 

Receita de arroz cremoso
Ingredientes

2 colheres de azeite

½ cebola picada

1 dente de alho picado

1 alho-poró picado

1 tomate sem sementes picado

1 xícara de ervilhas frescas

2 xícaras de arroz, lavado e escorrido

6 xícaras de água fervente

1 colher de sal

¼ de xícara de creme de leite

Salsinha picada


Preparo

Em uma panela, aqueça o azeite, doure a cebola e o alho;

Junte o alho-poró, o tomate e a ervilha;

Acrescente o arroz e refogue por mais cinco minutos;

Adicione a água, o sal e cozinhe em fogo brando até o arroz secar;

Desligue o fogo, misture o creme de leite e a salsinha.

Sirva em seguida

 





A neutropenia pode ser um dos efeitos colaterais do tratamento contra o câncer. O problema está relacionado à diminuição dos neutrófilos, tipos de glóbulos brancos, responsáveis por combaterem infecções, ocasionadas por vírus e bactérias.

De acordo com a nutricionista Janine Rover de Mello, uma dieta para um paciente neutropênico tem como objetivo reduzir, significativamente, o número de bactérias e outros microorganismos que poderão ser encontrados em alguns alimentos. Essa é uma maneira de proteger o paciente de possíveis infecções.

Alimentos crus devem ser excluídos do cardápio. Mas isso não significa que o paciente não poderá consumir frutas e verduras, porque elas trazem inúmeros benefícios para o organismo. Retirá-las do cardápio não é saudável. O que deve ser feito é modificar o seu preparo, e utilizá-las em preparações cozidas e/ou assadas.

Separamos uma receita para pacientes com esse transtorno!

Legumes ao forno

2 xícaras (chá) de brócolis cozido e picado

2 xícaras (chá) de couve-flor cozida e picada

1 xícara (chá) de alho-poró cozido e cortado em fatias

1 xícara (chá) de cenoura cozida e ralada

1 colher (chá) de azeite de oliva extravirgem

1 gema

4 claras

2 colheres (sopa) de leite em pó desnatado

½ xícara (chá) de sal

2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

 

Preparo

Higienize os legumes antes de serem cozidos e picados. Bata a gema e as claras e, quando estiverem homogêneas, acrescente o leite e o sal. Coloque a mistura em uma panela e leve ao fogo, sempre mexendo, para que fique bem consistente. Coloque os legumes em uma travessa, despeje o azeite e, por cima, o creme. Salpique o queijo e leve ao forno médio (180º) para gratinar.

Dica: Corte os legumes em pedaços grandes para diminuir o contato deles com a água de cozimento. Isso ajuda, ainda, a preservar os nutrientes mais importantes!



apetite-tratamento-cancer-nauseasDurante o tratamento contra o câncer alguns efeitos colaterais podem surgir. A falta de apetite e alterações no paladar estão na lista. Há queixas em que após a quimioterapia, radioterapia ou hormonioterapia, incômodos como náuseas e diarreias acontecem.

A nutricionista Janine Rover de Mello explica que devido a esses transtornos a ingestão e a absorção de alimentos ficam comprometidas, levando  ao risco de desnutrição, deficiência de vitaminas e minerais, anemia e outras complicações, que interferem no tratamento como um todo. “O trabalho do nutricionista é focado no manejo desses sintomas, por meio de orientações, como, por exemplo, evitar náuseas”, destaca Janine.


Dicas úteis para evitar náuseas

– Evite alimentos fritos, empanados, doces, condimentados e com o odor muito forte;

– Congele seu suco favorito ou água de coco em cubinhos de gelo e chupe no intervalo das refeições;

– Procure se alimentar em intervalo de 3 em 3 horas;

– Evite se alimentar em ambientes quentes ou com odor de comida;

– Não beba líquidos durante as refeições;

 

Receita de suco para combater as náuseas:

Suco de cítricos

Ingredientes:

  • Suco de laranja lima (150ml)
  • Suco de limão (10ml)
  • Hortelã
  • 1 pedaço pequeno de gengibre

Modo de preparo: Misturar os sucos e adicionar o gengibre em lascas e as folhas de hortelã.




Há casos em que pacientes em tratamento contra o câncer se queixam de constipação intestinal, ou prisão de ventre, como também é conhecida. Este problema pode ser consequência de uma alimentação inadequada e o uso de determinados medicamentos.

Para evitar a constipação, a nutricionista Janine Rover de Mello, dá algumas dicas:

Beba muito líquido! Uma média de oito copos por dia. Lembre-se que sucos, bebidas isotônicas como o Gatorade, leite, água de coco também contam como líquidos!

Consuma alimentos ricos em fibras. Pão, biscoito e cereais integrais são exemplos. Mamão, laranja com bagaço, ameixa, tangerina, caqui, uva com casca, verduras e legumes (agrião, alface, couve, abóbora, quiabo e vagem), também são excelentes.

O que evitar?

Alimentos que “prendem” o intestino, como maçã, banana prata, goiaba, caju, cenoura cozida, batatas, aipim, inhame e chá preto. Refrigerante e mate também estão na lista.

 

Atenção!

A fibra só pode desempenhar seu papel com o auxílio de líquidos.

 

Receita de almôndega de aveia 

Ingredientes

1 xícara de chá de aveia em flocos

1 litro de água

Meia xícara de (chá) de manjericão fresco picado

Meia xícara de farinha de trigo

Meia xícara de cebolinha picada

Meia xícara de farinha de rosca

1 xícara de salsinha picada

1 xícara de cenoura ralada

2 ovos batidos

Uma pitada de sal

Margarina para untar

 

Modo de preparo

Cozinhe a aveia na água até os grãos ficarem macios. Coe e reserve.

Em uma travessa misture a aveia coada e os demais ingredientes.

Modele em formato de almôndegas. Depois, coloque os bolinhos em uma assadeira untada com margarina e asse a 180º por 20 minutos.

Rendimento: 11 porções de 50 gramas.

Calorias: 86 Kcal por porção.