BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Dicas da Nutricionista



Dados da Sociedade Brasileira de Diabete indicam que a cada 5 segundos surgem novos casos da doença. Janine Rover de Melo, nutricionista da Medquimheo, alerta que pacientes diabéticos, que estão em tratamento contra o câncer, devem ficar atentos ao que comem. Entre os desafios diários está o de ter uma alimentação saudável, sem aumentar a glicose.

Janine orienta a redução de alimentos com alto teor de gordura saturada e o aumento da ingestão diária de frutas e vegetais. Esses são alimentos ricos em fibras, vitaminas e minerais, que ajudam a promover a saciedade e o bom funcionamento do organismo. “Aveia e batata yacon, que são ricas em fibras solúveis, diminuem a glicose no sangue de forma bastante eficaz. É importante, ainda, realizar um fracionamento da dieta. O ideal é fazer de 5 a 6 refeições ao dia (a cada 3 horas), com alimentos variados e em pequenas quantidades”, sugere.

Confira uma receita de sopa de batata yacon com alho-poró!

Ingredientes:

. 2 colheres (sopa) de cream cheese light
. 1 cebola em fatias
. 6 alhos-porós cortados em rodelas (só a parte branca)
. 500 g de batata yacon descascada e cortada em fatias
. 4 xícaras (chá) de água
. 150 g de peito de frango
. 1 colher (sopa) de tomilho
. 1 colher (sopa) de  salsa
. 1/2 colher (chá) de pimenta-do-reino

Modo de preparo: Refogue o cream cheese, a cebola e o alho poró. Coloque a batata e a água. À parte, cozinhe o frango. Junte o frango ao creme. Cozinhe com a panela semi-tampada. Morno, bata no liquidificador. Volte à panela, junte os temperos, ferva e sirva.

 



A alimentação das crianças, em geral, precisa ser monitorada com muito cuidado pelos pais. Para os pequenos que estão em tratamento contra o câncer, esse zelo deve ser redobrado. Comidas gordurosas não estão liberadas, pois podem comprometer a saúde.

O Dia das Crianças se aproxima e, as guloseimas preferidas da infância são atrativos. A dica da nutricionista Janine Rover de Mello para esta data é que os pais fiquem atentos e evitem exageros. Ela sugere o preparo de panquecas coloridas. “Apostar em cores variadas, torna o prato mais atraente. A apresentação dos alimentos é uma forma de instigar o apetite”, explica.

Essa é uma ótima forma de tornar a alimentação divertida, além de ser saudável!

 

Panqueca colorida

Ingredientes:

  • ½ xícara de chá de amido de milho
  • ½ xícara de chá de quinoa
  • 1 xícara de chá de leite
  • 1 ovo
  • 1 pitada de sal

 

Modo de Fazer: Bata todos os ingredientes da massa no liquidificador até formar uma massa homogênea. Aqueça uma frigideira pequena, unte com uma gota de azeite. Despeje um pouco da massa e espalhe uniformemente na frigideira. Espere um pouco e vire a massa. Assim que virar a massa acrescente a misturo do recheio e feche a massa ao meio. Doure a massa dos dois lados, e sirva.

 

Como colorir a massa: Use um pedaço de cenoura (para uma coloração laranja) ou beterraba (coloração rosa) ou algumas folhas de espinafre (coloração verde) e bata junto à massa.

 

Para o recheio:  Queijos magros como cottage, ricota, peito de peru, tomate, azeitona, palmito, frango desfiado ou carne moída. As crianças podem participar no preparo e escolher o seu recheio.





Pacientes com câncer precisam de cuidados orais específicos. Durante o tratamento é comum que ocorram efeitos colaterais como a xerostomia, caracterizada pela sensação de boca seca. Ter acompanhamento odontológico e uma alimentação equilibrada é muito importante nessa etapa.

A nutricionista Janine Rover de Mello, explica que ter sempre uma garrafa de água à mão é fundamental, afinal, o corpo precisa estar bem hidratado. “Para estimular a salivação, o paciente pode ingerir bebidas cítricas, como limonada e suco de laranja, além de mascar chicletes ou balas sem açúcar, nos sabores de menta ou hortelã”, recomenda.

 

Outras sugestões:

 

– Pingar gotas de limão nas saladas e bebidas;

 

– Mastigar e chupar gelo feito de água ou  água de coco ou suco de fruta;

 

– Ingerir líquidos durante as refeições para facilitar a mastigação e deglutição;

 

– Acrescentar molhos, caldos e sopas nas refeições;

 

– Mastigar bem os alimentos;

 

– Evitar cafeína (café, chá preto e mate).

 

Receita de arroz cremoso
Ingredientes

2 colheres de azeite

½ cebola picada

1 dente de alho picado

1 alho-poró picado

1 tomate sem sementes picado

1 xícara de ervilhas frescas

2 xícaras de arroz, lavado e escorrido

6 xícaras de água fervente

1 colher de sal

¼ de xícara de creme de leite

Salsinha picada


Preparo

Em uma panela, aqueça o azeite, doure a cebola e o alho;

Junte o alho-poró, o tomate e a ervilha;

Acrescente o arroz e refogue por mais cinco minutos;

Adicione a água, o sal e cozinhe em fogo brando até o arroz secar;

Desligue o fogo, misture o creme de leite e a salsinha.

Sirva em seguida

 





A neutropenia pode ser um dos efeitos colaterais do tratamento contra o câncer. O problema está relacionado à diminuição dos neutrófilos, tipos de glóbulos brancos, responsáveis por combaterem infecções, ocasionadas por vírus e bactérias.

De acordo com a nutricionista Janine Rover de Mello, uma dieta para um paciente neutropênico tem como objetivo reduzir, significativamente, o número de bactérias e outros microorganismos que poderão ser encontrados em alguns alimentos. Essa é uma maneira de proteger o paciente de possíveis infecções.

Alimentos crus devem ser excluídos do cardápio. Mas isso não significa que o paciente não poderá consumir frutas e verduras, porque elas trazem inúmeros benefícios para o organismo. Retirá-las do cardápio não é saudável. O que deve ser feito é modificar o seu preparo, e utilizá-las em preparações cozidas e/ou assadas.

Separamos uma receita para pacientes com esse transtorno!

Legumes ao forno

2 xícaras (chá) de brócolis cozido e picado

2 xícaras (chá) de couve-flor cozida e picada

1 xícara (chá) de alho-poró cozido e cortado em fatias

1 xícara (chá) de cenoura cozida e ralada

1 colher (chá) de azeite de oliva extravirgem

1 gema

4 claras

2 colheres (sopa) de leite em pó desnatado

½ xícara (chá) de sal

2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

 

Preparo

Higienize os legumes antes de serem cozidos e picados. Bata a gema e as claras e, quando estiverem homogêneas, acrescente o leite e o sal. Coloque a mistura em uma panela e leve ao fogo, sempre mexendo, para que fique bem consistente. Coloque os legumes em uma travessa, despeje o azeite e, por cima, o creme. Salpique o queijo e leve ao forno médio (180º) para gratinar.

Dica: Corte os legumes em pedaços grandes para diminuir o contato deles com a água de cozimento. Isso ajuda, ainda, a preservar os nutrientes mais importantes!



apetite-tratamento-cancer-nauseasDurante o tratamento contra o câncer alguns efeitos colaterais podem surgir. A falta de apetite e alterações no paladar estão na lista. Há queixas em que após a quimioterapia, radioterapia ou hormonioterapia, incômodos como náuseas e diarreias acontecem.

A nutricionista Janine Rover de Mello explica que devido a esses transtornos a ingestão e a absorção de alimentos ficam comprometidas, levando  ao risco de desnutrição, deficiência de vitaminas e minerais, anemia e outras complicações, que interferem no tratamento como um todo. “O trabalho do nutricionista é focado no manejo desses sintomas, por meio de orientações, como, por exemplo, evitar náuseas”, destaca Janine.


Dicas úteis para evitar náuseas

– Evite alimentos fritos, empanados, doces, condimentados e com o odor muito forte;

– Congele seu suco favorito ou água de coco em cubinhos de gelo e chupe no intervalo das refeições;

– Procure se alimentar em intervalo de 3 em 3 horas;

– Evite se alimentar em ambientes quentes ou com odor de comida;

– Não beba líquidos durante as refeições;

 

Receita de suco para combater as náuseas:

Suco de cítricos

Ingredientes:

  • Suco de laranja lima (150ml)
  • Suco de limão (10ml)
  • Hortelã
  • 1 pedaço pequeno de gengibre

Modo de preparo: Misturar os sucos e adicionar o gengibre em lascas e as folhas de hortelã.




Há casos em que pacientes em tratamento contra o câncer se queixam de constipação intestinal, ou prisão de ventre, como também é conhecida. Este problema pode ser consequência de uma alimentação inadequada e o uso de determinados medicamentos.

Para evitar a constipação, a nutricionista Janine Rover de Mello, dá algumas dicas:

Beba muito líquido! Uma média de oito copos por dia. Lembre-se que sucos, bebidas isotônicas como o Gatorade, leite, água de coco também contam como líquidos!

Consuma alimentos ricos em fibras. Pão, biscoito e cereais integrais são exemplos. Mamão, laranja com bagaço, ameixa, tangerina, caqui, uva com casca, verduras e legumes (agrião, alface, couve, abóbora, quiabo e vagem), também são excelentes.

O que evitar?

Alimentos que “prendem” o intestino, como maçã, banana prata, goiaba, caju, cenoura cozida, batatas, aipim, inhame e chá preto. Refrigerante e mate também estão na lista.

 

Atenção!

A fibra só pode desempenhar seu papel com o auxílio de líquidos.

 

Receita de almôndega de aveia 

Ingredientes

1 xícara de chá de aveia em flocos

1 litro de água

Meia xícara de (chá) de manjericão fresco picado

Meia xícara de farinha de trigo

Meia xícara de cebolinha picada

Meia xícara de farinha de rosca

1 xícara de salsinha picada

1 xícara de cenoura ralada

2 ovos batidos

Uma pitada de sal

Margarina para untar

 

Modo de preparo

Cozinhe a aveia na água até os grãos ficarem macios. Coe e reserve.

Em uma travessa misture a aveia coada e os demais ingredientes.

Modele em formato de almôndegas. Depois, coloque os bolinhos em uma assadeira untada com margarina e asse a 180º por 20 minutos.

Rendimento: 11 porções de 50 gramas.

Calorias: 86 Kcal por porção.

 

 



O câncer de mama está entre os tumores mais comuns entre as mulheres. Pesquisas demonstram que entre os fatores de risco está a má alimentação. Dados científicos apontam que o consumo excessivo de alimentos com altos teores de gorduras pode estar relacionado com o aparecimento do tumor. 

Ter uma alimentação balanceada é um diferencial para a saúde. A ingestão de vegetais e frutas, por exemplo, está associada a uma educação alimentar disciplinada. É certo que alguns alimentos, como as hortaliças, que são ricas em antioxidantes e nutrientes, podem contribuir para a proteção do organismo. Mas vale lembrar que não há evidências comprovadas de que esses insumos têm a capacidade de prevenir o câncer.

O que recomendamos?
Invista em uma boa alimentação diariamente. Converse com seu nutricionista e verifique qual é a dieta mais indicada para você. Alimentos como maça, laranja, cenoura, beterraba e brócolis são boas pedidas. O importante mesmo é evitar que no seu prato predomine comidas gordurosas!

Cuide-se bem!