BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Dicas da Nutricionista

dia-da-saude-e-da-nutricao.png

No dia 31 de março é celebrado o Dia da Saúde e da Nutrição. A data foi instituída pelo Ministério da Saúde, com o objetivo de lembrar a população sobre a importância de uma alimentação saudável para promoção da qualidade de vida. De acordo com o Guia Alimentar para a População Brasileira, a alimentação vai além da ingestão de nutrientes, pois pode auxiliar na prevenção do câncer e conservação do bem-estar.

Para te mostrar que é possível adotar hábitos saudáveis alimentares, nós, do Blog da Medquimheo, produzimos este conteúdo especial. Confira!

Alimentação aliada ao tratamento oncológico

Uma boa alimentação garante o bom funcionamento do nosso organismo e pode ajudar a evitar o surgimento do câncer. Para pacientes oncológicos, os benefícios são refletidos na evolução positiva do tratamento, visto que a debilidade do corpo pode ser amenizada por meio de uma alimentação balanceada. Refeições instruídas de forma personalizada por um profissional podem auxiliar, ainda, na diminuição dos efeitos colaterais de remédios e procedimentos do tratamento oncológico.

Segundo uma pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), oito em cada dez brasileiros afirmam se esforçar para ter uma alimentação saudável. Dos entrevistados, 71% apontam a preferência por produtos mais naturais, mesmo que tenham que pagar mais caro por eles. Os alimentos mais indicados para compor um cardápio saudável, principalmente, para os pacientes oncológicos, incluem a chamada comida de verdade. Frutas, verduras, proteínas, peixes, cereais, oleaginosas e laticínios frescos estão inclusos na lista. É necessário também, consumir o mínimo possível de industrializados e ultraprocessados.

Importância da alimentação saudável durante a pandemia

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Datafolha, em conjunto com o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), a ingestão de ultraprocessados aumentou de 9% para 16%, comparado ao ano de 2019 e o período de pandemia. Essa prática pode justificar o aumento de peso da população brasileira durante este período, como apontado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): a obesidade feminina subiu de 14,5%, para 30,2%, enquanto a masculina passou de 9,6% para 22,8%.

No entanto, é possível mudar essa realidade e aproveitar o tempo de isolamento físico para se engajar com a escolha e preparo de alimentos mais saudáveis. A alimentação pode ser uma grande aliada no combate do estresse e ansiedade, problemas esses que tiveram maior incidência durante a pandemia. Afinal, para um corpo mais saudável, a mente também precisa estar em equilíbrio.

Como escolher alimentos e preparos mais saudáveis?

alimento- e-preparos-mais-saudáveis

Nós separamos algumas dicas para te ajudar a escolher alimentos saudáveis e saber como prepará-los, de forma que não percam seus nutrientes. Confira!

🥕 Tenha uma horta em casa

Ter alimentos acessíveis faz com que optemos por eles com maior facilidade e, dessa forma, possamos evitar as escolhas industrializadas. Cultivar uma horta pode ser um hobby para praticar durante a pandemia e ter mais contato com a natureza. Uma pesquisa realizada pela empresa Archer Daniels Midland (ADM), analisou as tendências no mercado alimentício em 2020. Dos consumidores entrevistados, 65% apontaram que buscam adotar hábitos que impactam, positivamente, o meio ambiente. Outros 32% dos entrevistados afirmam consumir alimentos de produtores que demonstrem compromisso com a sustentabilidade.

 🥪 Planeje suas refeições

Para ter uma rotina de alimentação saudável efetiva é necessário planejamento e organização. O primeiro passo é fazer uma lista de compras, pois assim, as tentações ficam mais resistíveis no mercado. A segunda etapa inclui a organização da dispensa, de uma forma que os produtos fiquem mais visíveis e facilite o acesso. Após a higienização e organização dos alimentos, é preciso definir o cardápio da semana e iniciar as preparações. Para refeições mais saudáveis escolha entre os temperos naturais, evite óleos industrializados e sal em excesso e abuse nas cores dos vegetais, legumes e frutas frescas.

⏰ Tire um tempo para sua refeição

Para que a alimentação saudável seja praticada de forma divertida, experimente fazer da preparação e do ato das refeições um momento de convivência prazeroso. Reunir a família na cozinha deixará o ambiente mais leve e, durante a alimentação, atente-se para ingerí-la devagar. De acordo com o Guia Alimentar, já citado acima, essa prática ajuda na maior saciedade e absorção de nutrientes do corpo.

Conheça nosso blog!

Aqui no Blog tem outros conteúdos que podem te interessar, confira:

Obesidade x Câncer de mama: entenda a relação!

Lanches saudáveis e fáceis para o dia da quimioterapia

Fonte: Guia Alimentar Para a População Brasileira – Ministério da Saúde.


receitas-sopas-saudaveis.jpg

agosto 14, 2020 Dicas da Nutricionista0

A chegada dos dias amenos do inverno pede por comidas mais quentes, não é mesmo? Além de amenizar o frio, a sopa é um prato que faz muito bem para saúde. Por isso, no post de hoje, nós, do blog da Medquimheo, consultamos nossa nutricionista para preparar um conteúdo com duas receitas simples de sopas repletas de nutrientes e perfeitas para esta temporada. Confira como fazer!

1 – Receita de sopa de couve

A couve faz parte das crucíferas, grupo muito estudado pela presença de pigmentos antioxidantes com ações anticancerígenas. Além disso, é rica em cálcio, importante para a saúde óssea. Combina ferro e vitamina C, o que aumenta a absorção do mineral e previne a deficiência de ferro. Também é rica em fibras que auxiliam na sensação de saciedade e no bom funcionamento do intestino.

Ingredientes:

  • 3 folhas de couve;
  • 3 colheres sopa de farinha de milho;
  • Ervas e temperos a gosto;
  • 3 xícaras chá de água.

Modo de preparo

Adicione a água em uma panela e leve ao fogo. Depois, acrescente a farinha, as ervas e temperos e deixe ferver (sempre mexendo para não empelotar). Corte a couve em pedaços pequenos ou da sua preferência e misture na sopa. Deixe ferver por mais 2 minutos e está pronto para servir.

2 – Receita de sopa de cenoura

A cenoura é um legume delicioso e versátil, que possui inúmeros benefícios para a saúde. É uma excelente fonte de beta-carotenos, poderosos antioxidandes que ajudam a conter danos celulares e auxiliam na prevenção de doenças cardiovasculares. O seu elevado teor de vitamina A também protege a visão, evitando o aparecimento de doenças, e auxilia a pele a ficar saudável e bonita, prevenindo ressecamento.

Ingredientes:

  • 2 cenouras grandes picadas;
  • 2 tomates sem pele e sem sementes;
  • 1 cebola picada;
  • 2 dentes de alho;
  • 2 batatas picadas;
  • Azeite a gosto para refogar;
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto;
  • Cheiro-verde a gosto.

Modo de preparo:

Aqueça uma panela com o azeite, acrescente a cebola picada, refogue em fogo médio até que ela fique translúcida e adicione os dentes de alho amassados. Assim que dourarem levemente, acrescente o restante dos legumes picados, refogue por mais alguns minutos e acrescente água o suficiente para cobri-los. Aumente o fogo e cozinhe até que a cenoura e a batata estejam bem macias (aproximadamente 20 minutos). Em seguida, transfira o conteúdo da panela para o liquidificador e bata bem até formar um creme. Volte com o creme para a panela, tempere a gosto e espere ferver. Finalize com cheiro-verde e sirva quente.

Conheça o blog da Medquimheo!

O nosso blog é recheado de posts incríveis para te manter sempre bem informado. Aproveite mais conteúdos:

Importância da higienização dos alimentos em tempos de Covid-19

#DicaDaNutri: 2 receitas para compor seu cardápio saudável

Fonte: Dra. Naira Fraga, nutricionista Medquimheo, CRN ES 15101252.


higienizacao-dos-alimentos-na-pandemia.jpg

Com a pandemia do novo coronavírus muita coisa tem mudado na rotina, principalmente com a necessidade de incorporação de novos hábitos. Devido ao risco de transmissão do vírus da COVID-19 por alimentos e produtos contaminados, caso tenham sido expostos à secreção respiratória de uma pessoa infectada, limpá-los da maneira adequada torna-se tarefa fundamental.

Por isso, no post de hoje, nós, da Medquimheo, entrevistamos nossa nutricionista, Dra. Naira Fraga, para dar dicas de como higienizar os alimentos durante a pandemia. Continue lendo e confira!

Por que higienizar os alimentos antes de consumi-los?

A principal forma de contágio do coronavírus é pelo contato com fluidos infectados. Em mercados e feiras há uma grande circulação de pessoas e constante manipulação de itens das prateleiras, o que os tornam meios contaminados, tanto em relação aos produtos, quanto ao espaço físico.

“Muita gente tem mania de segurar um produto e manuseá-lo para decidir se vai comprá-lo ou não. Esse constante contato de inúmeras pessoas nos itens que você pode levar para casa aumenta exponencialmente os riscos de contágio da COVID-19. É por isso que higienizá-los corretamente é tão importante.”

– Naira Fraga, nutricionista Medquimheo

Como higienizar alimentos e produtos na pandemia?

Ao chegar das compras, o primeiro passo é higienizar as superfícies da cozinha onde os alimentos serão manipulados ou guardados, com água e sabão ou álcool gel,  como bancada, pia e despensa. Para produtos industrializados, o ideal é usar um pano com álcool gel 70% para limpar as embalagens e, só assim, guardá-las.

Alimentos cozidos apresentam baixo risco de contaminação. Já com alimentos que serão consumidos in natura, como folhas e frutas, a higienização deve ser feita como preconiza a segurança alimentar: lavar em água corrente para retirar sujeiras, parasitas e pequenos insetos e depois deixar de molho em solução clorada por 15 minutos, em média.

Cuidados ao receber comida por delivery

Uma recente pesquisa realizada pela OnYou – uma das maiores empresas de cliente oculto do Brasil – revelou que neste período de pandemia, delivery de restaurantes representa 89% do total de pedidos. O isolamento social tem contribuído para que as pessoas optem cada vez mais pelo food service em casa.

Diante dessa realidade é fundamental adotar medidas para evitar contaminação com as entregas feitas em sua casa. Para isso, nossa dica é optar pela entrega sem contato, uma modalidade que as principais plataformas de delivery passaram a disponibilizar. Além disso, recomenda-se higienizar toda a embalagem com álcool gel 70%.

#DicaMedquimheo: opte por comprar refeições de restaurantes que já conheça e que tenham adotado medidas para evitar contaminação por coronavírus. Dessa forma você garante o direito a uma alimentação mais segura e com menos riscos de infecção 😉

Conheça o blog da Medquimheo!

Aproveite que descobriu nosso blog, fique por aqui e confira mais conteúdos exclusivos para se manter bem informado 😉

Cuidados especiais para os pacientes oncológicos durante a pandemia

Pacientes oncológicos podem fazer dieta para emagrecer durante a quimioterapia?

Importância do nutricionista para o tratamento oncológico


receitas-para-compor-seu-cardapio.jpg

Ter uma rotina de alimentação saudável é muito importante para garantir qualidade de vida e bem-estar. Para te ajudar nessa missão, nós, da Medquimheo, separamos duas receitas simples para compor seu cardápio saudável. Vamos conferir?

1 – Receita de salada de quinua com legumes

Prática, saudável e saborosa, a salada de quinua com legumes é uma ótima opção de entrada, seja para o almoço ou jantar.

Ingredientes

  • 4 xícaras (chá) de água
  • 1 xícara (chá) de sementes de quinua real
  • 1 cenoura média cortada em cubos
  • 1 abobrinha média cortada em cubos
  • 1 frasco de maionese (250 g)
  • 1 pepino médio cortado em cubos
  • 1 lata de milho no vapor
  • 1 colher (sopa) de cheiro-verde picado
  • Folhas de alface e manjericão para decorar

Modo de preparo

Em uma panela grande, ferva a água, junte a quinua e cozinhe em fogo médio por aproximadamente 10 minutos. Acrescente a cenoura e a abobrinha e deixe cozinhar por mais 5 minutos. Retire do fogo, escorra e deixe esfriar.  Transfira para uma tigela e inclua a maionese, o cheiro-verde e o pepino, e misture até ficar homogêneo. Decore com as folhas de alface e manjericão e sirva em seguida!

2 – Receita de papillote de legumes

Os legumes são ricos em diversas proteínas, vitaminas e minerais, o que os tornam de extrema importância para a alimentação. Confira a receita de papillote de legumes que preparamos!

Ingredientes

  • 1 abobrinha em cubos
  • 1 cenoura em cubos
  • 1 maço de aspargo fresco picado
  • 1 xícara (chá) de tomate cereja cortado ao meio
  • 1 xícara (chá) de cogumelo shimeji
  • 2 colheres (sopa) de azeite

Modo de preparo

Tempere os legumes e o cogumelo shimeji e coloque-os sobre seis quadrados de papel-manteiga (15x15cm) dispostos em uma assadeira. Regue com azeite e feche como envelope unindo as pontas. Leve ao forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 30 minutos. Retire do forno, abra o papel-manteiga cuidadosamente e sirva!

Fonte: Dra. Naira Fraga, nutricionista Medquimheo, CRN: ES 15101252

Gostou das dicas? Então aproveite que descobriu nosso blog e aproveite outros dois conteúdos com receitas saudáveis e saborosas!

3 receitas para deixar seu verão mais refrescante

#DicaDaNutri: 3 receitas que ajudam na quimioterapia


3-receitas-para-deixar-seu-verao-mais-refrescante.jpg

O verão é uma estação que pede cuidados redobrados com a alimentação. Evitar alimentos gordurosos e pesados ajuda a mantermos nossa saúde e bem-estar intactos! 

Consultamos a Dra. Naira Fraga, nutricionista Medquimheo, que preparou um menu de verão perfeito para tornar esta temporada mais refrescante e agradável. Continue lendo e confira! 

Por que é preciso ficar atento com a alimentação no verão?

Os dias de calor excessivo facilitam a degradação de alimentos e aumentam os riscos de contaminação e desidratação. Além disso, refeições muito pesadas podem ser acompanhadas de um certo desconforto, como aquela sensação de indigestão. Para evitar que sua saúde seja prejudicada no verão, aposte em alimentos leves, frutas e bastante líquido. Combinado? 

1- Receita de salpicão de abacaxi com gengibre 

Que tal inovar a saladinha de entrada e preparar um prato bem diferente? Além de saudável, o salpicão de abacaxi com gengibre é super refrescante e, com certeza, vai te encantar! 

  • Ingredientes:

1/2 unidade de salsão

4 cenouras

4 batatas inglesas

4 maçãs do tipo fuji

2 abacaxis pérola

50 g de gengibre

1 kg de tofu

1/2 maço de cebolinha

1/2 maço de salsa

4 colheres de sopa de azeite extravirgem

Sumo de 4 limões 

1 colher de sopa de páprica picante

1 colher de sopa de cebola em pó

Sal rosa e pimenta do reino a gosto

  • Modo de preparo:

Corte o salsão e a batata em tiras finas, a maçã em cubos, e a cenoura em rodelas bem finas. Pique a salsa e a cebolinha finamente. Reserve todos em água, com exceção da batata, que deve ser levada ao forno por 40 minutos a 180º C e temperada com azeite, sal, páprica picante e cebola em pó. 

Em seguida, bata o abacaxi com gengibre e limão no liquidificador, coe, volte o sumo para o liquidificador e acrescente o tofu, ajustando a consistência com água, se necessário, até obter um creme com textura de maionese. Quando a batata assar, coloque em uma tigela e adicione salsão, maçã e cenoura. Despeje o creme de abacaxi sobre os legumes. Acerte o tempero com sal e pimenta. Sirva gelado!

2 – Receita de tagliatelle (macarrão) de verão

Como prato principal, nossa sugestão é investir no macarrão tipo tagliatelle incrementado com ingredientes que o deixarão a cara do verão. Vamos conferir? 

  • Ingredientes:

450 gramas de macarrão tipo tagliatelle (ou outra massa de sua preferência)

3 unidades de pimenta dedo de moça sem sementes 

1 maço de rúcula 

300 gramas de queijo coalho cortado em cubos 

2 colheres (sopa) de azeite 

½ colher de manteiga sem sal

12 unidades de tomates-cereja cortados ao meio 

Sal e pimenta a gosto

  • Modo de preparo:

Em uma panela, cozinhe o macarrão em água com sal. Escorra e reserve. Em frigideiras diferentes, com pouco azeite, grelhe as pimentas, o queijo coalho e os tomates-cereja. 

Leve ao fogo novamente a frigideira das pimentas e nela acrescente a rúcula. Deixe-os por aproximadamente um minuto e junte a eles o tagliatelle, os tomates-cereja e o queijo coalho grelhados e meia colher de manteiga derretida. Tempere com sal e pimenta e sirva!

3 – Receita de abacaxi grelhado com creme de iogurte 

Para fechar nosso menu de verão com chave de ouro, separamos uma receita simples de sobremesa que encanta desde o primeiro pedaço. Confira! 

  • Ingredientes:

2 rodelas de abacaxi

2 colheres (sopa) de suco de laranja

3 gotas de adoçante a base de stévia

1 pote de iogurte natural desnatado

1 colher (sopa) de raspas de limão

  • Modo de preparo:

Comece pelo creme: coloque o iogurte em um filtro de papel para escorrer o soro. Misture o adoçante e as raspas de limão e leve à geladeira enquanto prepara o abacaxi. Aqueça uma frigideira antiaderente, coloque as rodelas de abacaxi e regue aos poucos com o suco de laranja. Doure dos dois lados. Corte a rodela em 4 pedaços e sirva ainda quente com 1 colher (sopa) do creme de iogurte. Para finalizar, decore com folha de hortelã! 

Gostou do post? Então fique por aqui e aproveite mais conteúdos do nosso blog!

3 receitas que ajudam na quimioterapia 

Suco de romã possui propriedades anticancerígenas


Wrap-receita-quimioterapia.jpg

Enjoo, perda de apetite, dificuldade para engolir, feridas nos lábios e na língua, boca seca, anemia e riscos de infecções são os efeitos colaterais mais comuns em pacientes que passa pela quimioterapia. Neste post, a nutricionista Naira Fraga apresenta três receitas que, além de simples e saborosas, ainda auxiliam no enfrentamento desses efeitos.

Sopa Vichyssoise

Indicada: falta de apetite, dificuldade para engolir, boca seca e feridas nos lábios e na língua.

Ingredientes:

  • 1 cebola;
  • 2 dentes de alho;
  • 2 alhos-porós em rodelas;
  • 4 batatas médias;
  • 1 litro de caldo de galinha ou legumes caseiro;
  • 1 colher de azeite
  • 1/2 de xícara de chá de creme de leite.

Modo de preparo:  Em uma panela, aqueça o azeite, refogue a cebola e o alho- poró em fogo médio por três minutos. Acrescente o caldo e as batatas, tempere com sal e ervas a gosto. Quando começar a ferver, baixe o fogo e deixe cozinhar por 20 minutos ou até que as batatas fiquem bem macias. Em seguida, bata a sopa no liquidificador até obter um purê homogêneo. Volte a sopa para a panela e acrescente o creme de leite. Sirva fria ou quente.

Wrap de ervas e agrião

Indicado: perda de apetite e intestino preso.

Ingredientes:

  • 2 fatias de pão árabe;
  • 1 xícara (chá) de ricota;
  • 1/2 xícara (chá) de requeijão;
  • 2 xícaras (chá) de folha de agrião;
  • 1 cenoura ralada;
  • 2 colheres (sopa) de salsinha picada;
  • 1 colher (sopa) de folha de manjericão;
  • Sal a gosto.

Modo de preparo: no processador, bata a ricota com o requeijão, a salsinha, o manjericão e tempere com sal (ou bata tudo em um pilão). Depois, misture com a cenoura ralada. Em seguida, espalhe essa pasta por cada camada de pão e acrescente o agrião, enrolando com cuidado e apertando bem. Corte cada rolinho em fatias e sirva.

Arroz cremoso

Indicado: dificuldade para engolir, boca seca e feridas nos lábios e na língua.

Ingredientes:

  • 2 colheres (sopa) de azeite;
  • 1 dente de alho picado;
  • ½ cebola picada;
  • 1 alho-poró (parte branca em fatias);
  • 1 tomate sem sementes e picado;
  • 2 colheres (sopa) de salsinha picada;
  • 1 xícara (chá) de ervilhas frescas;
  • 2 xícaras (chá) de arroz, lavado e escorrido;
  • 6 xícaras (chá) de água fervente;
  • 1/2 de xícara (chá) de creme de leite;
  • 1 colher (chá) de sal.

Modo de preparo: Em uma panela, coloque o azeite, a cebola e o alho e deixe dourar. Junte o alho-poró, o tomate e a ervilha. Em seguida, acrescente o arroz e refogue por mais 5 minutos. Adicione a água, o sal e cozinhe em fogo baixo até o arroz secar. Por fim, desligue o fogo, misture o creme de leite e a salsinha e sirva.

Confira mais #DicasDaNutri:

  1. Suco de romã possui propriedades cancerígenas. Veja a receita!
  2. Saiba quais são os alimentos que auxiliam no tratamento do câncer
  3. Garanta energia o dia todo com o suco verde de pêssego!

suco-de-romã-cancer.jpg

Você sabia que a romã pode ser uma excelente aliada na prevenção e no combate ao câncer? Como é uma fruta rica em vitamina C e compostos bioativos, garante inúmeros benefícios à saúde. A lista desses compostos é longa, os principais são antocianinas (delfinidina, cianidina e pelargonidina), quercetina, ácidos fenólicos (cafeico, catequínico, clorogênico, orto e paracumárico, elágico, gálico e quínico) e taninos (punicalagina).

Essa fruta tem sido usada há milhares de anos como medicamento complementar. É importante destacar suas ações antioxidantes, anti-inflamatórias e anticancerígenas. No post de hoje, nossa nutricionista oncológica Naira Fraga apresenta as vantagens desta fruta e traz, ainda, uma super receita de suco de romã. Continue lendo e confira!

Propriedades anticancerígenas da romã

O extrato de romã parece inibir a proliferação das células do câncer e impedir também a migração das células neoplásicas. Naira ressalta que “as propriedades anticancerígenas do extrato da fruta foram estudados em modelos de células e em animais, isso quer dizer que ainda falta muito para comprovar essa ação no homem, mas que a fruta já pode ser incorporada na alimentação como auxiliar ao tratamento.”

A fruta é uma excelente fonte de antioxidantes chamados flavonoides que, são conhecidos por serem eficazes na neutralização dos radicais livres que causam o câncer, sendo uma aliada na prevenção da doença.

Mais benefícios da romã para saúde

A romã alivia problemas digestivos como a diarreia, promovendo o bom funcionamento do intestino.

A ingestão regular da fruta está diretamente ligada à prevenção de derrames e ataques cardíacos. Seu consumo parece melhorar o fluxo sanguíneo, impedir que as artérias se tornem duras e espessas. E pode retardar o acúmulo de colesterol nas artérias.

As propriedades antibacterianas e antivirais da romã auxiliam na redução dos efeitos da placa bacteriana e na proteção contra várias doenças orais como a gengivite. A romã também possui propriedades sobre a pele: devido a seus componentes fenólicos, combate o envelhecimento precoce.

Receita de suco de romã

Ingredientes:

  • 1 romã;
              
  • 1 copo de água;
              
  • Adoçante ou açúcar a gosto.

Modo de preparo:

Corte e abra a romã ao meio. Em seguida, coloque-a em um recipiente grande com água. Retire as sementes da fruta debaixo d’água – elas ficarão ao fundo, enquanto a membrana amarela ou branca flutuará. Descarte a casca e as membranas que sobraram. Coe a água das sementes e, leve para o liquidificador até que estejam bem moídas. Depois disso, basta coar os pedacinhos menores das sementes que sobraram e pressionar, para extrair o máximo de sumo possível. Por fim, transfira para um copo e adicione água e açúcar/adoçante a gosto.

Separamos outros dois conteúdos com mais dicas incríveis da nossa nutricionista. Aproveite e confira:

#DicaDaNutri: suco verde de pêssego garante energia no dia a dia!

#DicaDaNutri: Alimentos que auxiliam no tratamento do câncer

Fonte: Naira Marceli Fraga Silva – nutricionista – CRN4: 15101252.


Anemia-falciforme-Importância-de-beber-água.jpg

Genética e hereditária, a anemia falciforme é uma doença que se caracteriza pela deformação dos glóbulos vermelhos – responsáveis pelo transporte de oxigênio no corpo. O normal é que sejam arredondados e elásticos, no entanto, como sofrem modificações, adquirem o formato de uma foice e endurecem. O resultado é a dificuldade do sangue passar pelos vasos de pequeno calibre, ou seja, os tecidos recebem uma quantidade menor de oxigenação. No post de hoje, a nutricionista da Medquimheo, Naira Fraga, destaca a importância do consumo de água no tratamento da anemia falciforme. Confira!

Quais as causas da anemia falciforme?

Citamos no início deste texto que a anemia falciforme é uma doença hereditária. Portanto, para ser portador, é necessário que o gene alterado seja transmitido pelo pai e pela mãe. No caso de apenas um dos pais transmitir, a criança não desenvolve a doença, mas pode passar o gene defeituoso para as futuras gerações.

Principais sintomas da anemia falciforme

A anemia, por si só, já causa fadiga, fraqueza e palidez. Além disso, é comum que pessoas com anemia falciforme tenham icterícia – quando a pele e os olhos ficam amarelados. Mas, o principal sintoma dessa doença é a crise aguda de dor. Apesar de poder atingir qualquer parte do corpo, os ossos e as articulações são as regiões mais afetadas. O tempo de duração varia e as crises de dores são acentuadas nos dias frios, durante a TPM, durante infecções, em pessoas com problemas emocionais, nas grávidas e naquelas desidratadas.

Como o consumo de água auxilia na anemia falciforme?

Naira explica como o consumo de água ajuda a minimizar ou até mesmo evitar as crises de dores da anemia falciforme. “O ideal é beber de dois a três litros de água ao longo do dia, inclusive na época de frio. Uma maior ingestão de água torna o sangue menos viscoso, o que melhora a circulação nos vasos sanguíneos”, conta a especialista.

Separamos mais três conteúdos que também podem te interessar. Confira:

  1. Light x Diet: entenda a diferença!
  2. Saiba de que forma a alimentação influencia na qualidade do seu sono
  3. Descubra quais são os alimentos que auxiliam no tratamento do câncer

Fonte: Naira Marceli Fraga Silva – nutricionista – CRN4: 15101252.


alimentos-light-x-diet.jpg

A constante busca por uma alimentação alternativa ou por dietas específicas é, sem dúvida, uma realidade nos dias de hoje. Isso pode ser percebido pelo consumo de alimentos diet e light,que tem aumentado, significativamente, nos últimos anos. Mas, você sabe qual a diferença e para que, exatamente, serve cada um deles? No post de hoje, nós, da Medquimheo, além de respondermos a essas perguntas, vamos alertar sobre o consumo dos produtos diet e light. Continue lendo e confira!

Alimentos light

Os alimentos light apresentam quantidades menores de calorias ou de determinado nutriente, como sal, açúcar ou gorduras. Para um produto ser considerado light é preciso que tenha uma redução mínima de 25% quando comparado ao alimento tradicional. Os produtos light podem ser usados em dietas com restrição calórica ou que demandem a ingestão controlada de algum nutriente.

O segredo no consumo dos alimentos light é combiná-los com uma dieta balanceada e com a prática de exercícios físicos.

Alimentos diet

Diferentemente dos light, os alimentos diet são isentos de algum ingrediente (sal, açúcar, gordura, etc.). E, por isso, destinam-se a grupos de pessoas com necessidades específicas, como diabéticos. Na maioria das embalagens dos produtos diet, há expressões como: “livre de”, “zero” e “não contém”.

Atenção aos alimentos light e diet

É importante destacar que os produtos light e diet nem sempre são opções mais saudáveis e indicadas para todos.

Os produtos podem ser isentos ou reduzidos de uma variedade de nutrientes, é preciso atenção ao rótulo. Não é porque o alimento é diet ou light que ele poderá ser usado em uma dieta hipocalórica ou restrita em açúcar, por exemplo.

O alimento light apesar de o menor teor, pode não ser indicado em situações que demandem maiores restrições.

Ao retirar ou reduzir um composto do produto, geralmente é preciso adicionar outro para subtítulo e equilibrar a receita. Por exemplo, o chocolate ter em mente, ao consumir alimentos diet, que é preciso moderação! O chocolate diet , por exemplo, pode ser recomendado a pessoas com diabetes, já que é isento de açúcar. No entanto, para disfarçar o gosto do adoçante utilizado e para manter a consistência, há uma maior adição de gordura. Portanto, não é uma opção mais saudável ou indicado para quem deseja emagrecer.

É essencial que o consumo seja orientado por um nutricionista ou médico.

As melhores informações sobre saúde, você encontra aqui no blog da Medquimheo. Aproveite e continue acompanhando nossos conteúdos!

Separamos outros dois posts que também vão te interessar. Confira:

  1. Saiba como sua alimentação pode impactar a qualidade do sono
  2. Obesidade é um dos fatores de risco para o câncer

Fonte: Naira Marceli Fraga Silva – nutricionista – CRN4: 15101252.


receitas-saudaveis-festas-juninas-e1561394134702.jpg

O mês de junho é um dos mais esperados do ano e os motivos são óbvios: as festas juninas! Um dos símbolos mais importantes do São João são as comidas típicas: milho, canjica, cocada, paçoca, bolo de fubá, arroz doce, pé de moleque, pamonha e cuscuz são alguns dos alimentos considerados “carros-chefes” nessa época do ano.

A nutricionista da Medquimheo, Naira Fraga, preparou um conteúdo especial com duas receitas saudáveis para que você aproveite as festanças com mais saúde.

Canjica

Ingredientes:

  • 3 colheres de sopa de açúcar de coco ou mascavo;
  • 2 colheres de sopa de biomassa de banana verde;
  • 250 gramas de canjica branca;
  • 50 gramas de coco ralado;
  • 200 ml de leite de coco;
  • 750 ml de leite;
  • 400 ml de água;
  • Canela em pau;
  • 1 pitada de sal.

Modo de preparo

Coloque a canjica de molho na água por cerca de 24 horas. Em seguida, transfira somente a canjica para uma panela de pressão e acrescente o leite, a água, a biomassa de banana verde e o açúcar mascavo ou de coco. Deixe cozinhar por, aproximadamente, 40 minutos, e desligue o fogo. Quando perceber que o conteúdo do recipiente já esfriou, adicione o coco ralado, o leite de coco, a canela e o sal. Volte novamente ao fogo (desta vez sem pressão) e mexa todos os ingredientes. Quando atingir um ponto cremoso é a hora de tirar do fogo e servir! Para quem gosta, uma boa dica é polvilhar com canela.

Bolo de fubá integral

Ingredientes:

  • 1 xícara de farinha de trigo integral;
  • 1 xícara de fubá;
  • 1 xícara de açúcar demerara;
  • 1/2 xícara de leite;
  • 3 ovos;
  • 1 colher de sopa de fermento;
  • 3 colheres de sopa de manteiga.

Modo de preparo

O primeiro passo é separar as claras das gemas e bater as claras em neve. Em seguida, é preciso adicionar cada ingrediente separadamente, até formar uma massa homogênea. A ordem deve ser: açúcar, gemas, farinha de trigo, fubá, leite, manteiga e fermento. Depois, basta despejar em uma forma e levar ao forno para assar. Por fim, desenforme e sirva.

O ponto do bolo: para saber a hora certa de tirá-lo do forno, espete um palito no bolo. Caso ele saia limpo, significa que está pronto.

A Medquimheodeseja uma excelente Festa Junina para você e toda sua família! E lembre-se: saúde em primeiro lugar! Aproveite também para conferir outras duas dicas de ouro da nossa nutricionista: suco verde de pêssego, que garante energia para o dia todo e quais são os alimentos capazes de ajudar na prevenção do câncer.

Fonte: Naira Marceli Fraga Silva – nutricionista – CRN4: 15101252.