BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Datas Comemorativas

novembro_azul_medquimheo.jpg

Fazer consultas regularmente e exames preventivos para prevenir o câncer: esses cuidados parecem ser óbvios, mas por conta de uma rotina agitada, acabam sendo deixados de lado. Para alertar sobre a importância dos cuidados da saúde dos homens, o Novembro Azul é um mês de conscientização sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que, no Brasil, mais de 68 mil homens devem ser diagnosticados com este tipo de câncer até o fim de 2018, sendo mais de 1.500 no Espírito Santo. A melhor forma de prevenir a doença ou aumentar as chances de cura é o diagnóstico precoce. Por isso, homens de 45 a 50 anos devem realizar o exame de toque retal, mesmo na ausência de sintomas.

Segundo a médica oncologista da Medquimheo, Carolina Conopca, quando o diagnóstico é realizado precocemente, as chances de cura aumentam consideravelmente, dependendo do tipo de câncer. “Principalmente no caso do câncer de próstata, o diagnóstico precoce melhora muito o prognóstico. Isso quer dizer que somos capazes de mudar a evolução natural da doença, possibilitando assim a cura”, explicou.

Os fatores de risco podem ser genéticos ou adquiridos. O câncer de próstata hereditário está relacionado a um gene que é passado dos pais para os filhos, ou seja, quem tem histórico familiar deve ficar ainda mais atento. Além disso, homens negros têm mais chances de desenvolver a doença. Já entre os fatores adquiridos estão a obesidade, aumento da idade e sedentarismo.

Sintomas

O câncer de próstata não apresenta sintomas na fase inicial. Quando alguns sinais começam a aparecer, os tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura e ressaltando a importância do diagnóstico precoce. Na fase avançada, os sintomas são:

  • Dor óssea;
  • Dores ao urinar;
  • Presença de sangue na urina;
  • Urgência urinária (não conseguir segurar a urina);
  • Poliúria (ir ao banheiro várias vezes);
  • Noctúria (acordar a noite diversas vezes para urinar);

Prevenção e tratamento

O tratamento depende de vários aspectos, principalmente do estágio em que se encontra a doença. O tratamento pode ser cirúrgico, necessitando de radioterapia e quimioterapia, ou hormonal com bloqueio androgênico, que é quando os hormônios masculinos são bloqueados.

“Falar de saúde e intimidade com homens é complexo, por isso as campanhas de prevenção e mobilização são tão importantes. Na maioria dos casos o câncer de próstata é assintomático, ou seja, quando os sintomas começam a aparecer, a doença provavelmente já se encontra em uma fase avançada”, completou a oncologista.

Todos os casos devem ser avaliados por uma equipe multidisciplinar de oncologia.

Fonte: Dra. Carolina Conopca – oncologista clínica – CRM: 11.130