BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Campanhas

diabetes-dia-mundial.jpg

novembro 13, 2015 Campanhas0
diabetes-dia-mundial-2O Novembro Azul é o movimento em prol da saúde masculina que propõe mudança de hábitos e cuidados do homem em relação a sua saúde. Além da prevenção contra o câncer de próstata, a campanha também busca sensibilizar a população sobre o diabetes, que tem uma data mundial dedicada ao seu combate, dia 14 de novembro.

A doença ocorre quando há deficiência na produção de insulina no organismo, hormônio produzido no pâncreas, que controla a quantidade de açúcar disponível no sangue para ser usada como fonte de energia. Os tipos mais comuns são o diabetes tipo 1, quando há pouca ou nenhuma produção de insulina (de caráter hereditário); e o diabetes tipo 2, quando o organismo não usa adequadamente a insulina que produz ou sua produção não consegue controlar a taxa de glicemia no sangue, normalmente associado a sedentarismo e alimentação desequilibrada.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), o tipo 2 é responsável por cerca de 90% dos casos da doença, sendo uma das 10 principais causas de morte do mundo. Por outro lado, é o único tipo que pode ser evitado por meio da adoção de um estilo de vida saudável, de preferência desde a infância.

Janine Rover de Mello, nutricionista da Medquimheo, salienta a importância de ter um mês dedicado a esta prevenção. “O número de casos aumenta a cada ano, devido a hábitos alimentares errados, com um grande consumo de açúcares e gorduras, e poucas fibras, que culminam no aumento de pessoas obesas. É fundamental alertar a população que um estilo de vida saudável, contendo uma boa alimentação e a prática regular de atividade física, previne o diabetes tipo 2 e outras doenças crônicas, como a hipertensão arterial”, pontua a nutricionista.

novblue


novembro-azul.jpg

novembro 4, 2015 Campanhas0

shutterstock_328288202A conscientização e prevenção contra o câncer continua na Medquimheo. Neste mês, os homens estão em destaque com o Novembro Azul, que propõe a mudança de hábitos do público masculino em relação a sua saúde e seu corpo, incentivando a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata.

O câncer de próstata é mais comum em homens a partir dos 50 anos de idade. Quando há casos do câncer em pai ou irmãos antes dos 60 anos, o risco de ter o tumor é de 03 a 10 vezes maior, podendo ser explicado por fatores genéticos, hábitos alimentares ou estilo de vida não saudáveis de algumas famílias.

Layla Torres Gaze, oncologista da Medquimheo, destaca que dedicar o mês de novembro a esta conscientização é fundamental para um diagnóstico precoce da doença. “O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. É fundamental informar, alertar e conscientiza-los sobre a doença para que diminua os índices de mortalidade dos pacientes”, pontua.

Sintomas

 

Na maioria dos casos, os sintomas do câncer de próstata são silenciosos. Quando em evidência, eles podem ser confundidos com a presença de tumores benignos na próstata. “Dificuldade de urinar e vontade de urinar mais vezes durante o dia e a noite são sinais de alerta. Na fase avançada, a doença pode causar dor óssea e sintomas urinários mais intensos”, salienta Dra. Layla.

Prevenção

 

Embora gere desconforto para alguns homens, a melhor forma de prevenir o câncer de próstata é com a realização do exame de toque retal a partir dos 45 anos de idade. Quando diagnosticada precocemente, as chances de cura da doença são de 90%.

Tratamento

 

Cirurgia, radioterapia e bloqueio hormonal, de forma isolada ou combinadas, de acordo com a avaliação médica de cada paciente.

 


diabetes.jpg

novembro 12, 2014 Campanhas0


Dados da Sociedade Brasileira de Diabetes indicam que a cada 5 segundos surgem novos casos da doença. Em 14 de novembro, Dia Mundial do Diabetes, médicos e outros profissionais da saúde reforçam a importância de sua prevenção e controle. Pessoas com histórico familiar devem ficar ainda mais atentas, buscando manter o peso normal, controlar a pressão arterial, evitar o consumo de tabaco e álcool e praticar atividades físicas regulares, que ajudam a evitar o transtorno.

A enfermidade é caracterizada por causar o aumento da quantidade de açúcar (glicose) no sangue, por falta total ou parcial de insulina, elemento indispensável para o organismo. Sua ausência faz com que a glicose fique acumulada e seja eliminada pela urina. Cansaço, perda de peso, visão turva, mudanças de humor repentinas, nervosismo, dificuldade de cicatrização em feridas e necessidade frequente de urinar são alguns dos sintomas.

Câncer e diabetes

Janine Rover de Melo, nutricionista da Medquimheo, alerta que pacientes diabéticos, que estão em tratamento contra o câncer, precisam ficar alertas ao que comem. Entre os desafios diários está o de ter uma alimentação saudável, sem aumentar a glicose.

“A redução de alimentos com alto teor de gordura saturada e o aumento da ingestão diária de frutas e vegetais é fundamental. Castanhas, amêndoas e nozes são sementes oleaginosas que possuem alto teor de fibras e magnésio. Esses são os tipos de alimentos que vale apostar. Aveia e batata yacon, que são ricas em fibras solúveis, diminuem a glicose e a insulina no sangue de forma bastante eficaz”, sugere.

Dificuldade para combater infecções

Os diabéticos costumam sofrer com problemas como baixa imunidade e, em alguns casos, os rins não atuam da maneira correta. Pacientes que já têm diabetes e são diagnosticados com câncer costumam ter uma dificuldade maior de se defenderem de possíveis infecções, tornando o tratamento um pouco mais complicado. Seguir à risca as recomendações dos médicos é o melhor caminho para o sucesso no tratamento.


outubro-rosa-1200x800.jpg

outubro 22, 2014 Campanhas0
Uma boa conversa é capaz de acalmar e encorajar. E foi pensando nisso que a equipe multidisciplinar da clínica capixaba Medquimheo criou a ação “Papeando”.

Pelo menos uma vez por mês, médicos, psicólogos e nutricionistas da clínica realizam a iniciativa, que visa a ser um espaço para que os pacientes em tratamento contra câncer e outras doenças graves tenham um espaço para esclarecer dúvidas, além de falar sobre os anseios e medos que surgem durante esta fase. A edição deste mês será no próximo dia 23 e em clima de Outubro Rosa.

De acordo com a psicóloga Priscila Rodrigues Pereira, da Medquimheo, será abordado o tema ‘feminilidade e autoestima’, junto com uma dinâmica de interação. “Vamos receber somente mulheres desta vez e falaremos sobre a experiência de cada uma. Será um momento de partilhar os medos, angústias e vitórias do tratamento contra o câncer. Teremos, ainda, a participação de uma convidada especial que contará sua história”, comenta.
Ainda de acordo com a psicóloga, a ação foi criada para ser uma oportunidade e um espaço em que as pacientes possam falar e criar laços de amizade. Uma concede força para a outra, tornando o local um verdadeiro ambiente de terapia”, esclarece.



Exposição faz parte do calendário de ações da Medquimheo para o Outubro Rosa. No total, 11 telas estarão disponíveis na clínica, a partir do dia 13
Em clima total de Outubro Rosa a Medquimheo, clínica capixaba que trata pacientes com câncer, abre suas portas para que o público conheça as telas inspiradoras da paciente Eucymara Guimaraes do Amaral a partir da próxima segunda-feira (13), em Vitória. As obras de arte revelam muito mais do que os traços dos pincéis, demonstram, também, os momentos de superação e lutas da artista.
Na batalha contra o câncer de mama desde 2012, Eucymara buscou na pintura o seu refúgio. A cada pincelada procurava por tudo o que sentia no tratamento. As telas, de acordo com a artista, são abstratas e resumem cada etapa que viveu até hoje. “Algumas opções demonstram tons mais quentes e outras mais frias. Para a Medquimheo, irei levar 11 das que já fiz até o momento. Quero surpreender e ser um canal para as mulheres que enfrentam o mesmo problema. A partir da minha arte sei que posso mostrar que a doença não é uma sentença de morte. É possível continuar sendo feliz, inclusive no tratamento e procurar fontes que nos deem forças para continuar a luta com muita garra e a vontade inesgotável de vencer”, comenta.

Sobre os quadros

Ebulição, Cosmos, Caminho I, Caminhos II, Inquietações I, Inquietações II, Inquietações III, Abraço, Assentamento e Alvorecer são os nomes de algumas artes que estarão expostas. “Cada uma demonstra meus mais singelos sentimentos. Comecei a enxergar novas possibilidades, novos caminhos e vi que era preciso prosseguir, mesmo quando tudo parecia dar errado. Na arte demonstro a minha persistência e a força que conseguimos encontrar dentro de nós quando nos abraçamos, aceitamos nossa situação e lutamos para sair dela”, disse.

Arteterapia no tratamento

De acordo com a psicóloga Priscila Rodrigues Pereira, a arteterapia é um canal terapêutico muito eficaz para pacientes que estão em tratamento contra o câncer. “Na arte é possível expressar sentimentos que algumas pessoas não conseguem transpor verbalmente e que de alguma forma podem prejudicar o desempenho do tratamento. Por meio de atividades artesanais, como esculturas, trabalhos com argila ou com poesias, dança e teatro também é possível ter resultados excelentes para a liberação do estresse e como formas alternativas para trazer relaxamento ao corpo e à mente”, explica.

Serviço

A exposição vai de 13 a 31 deste mês, na Medquimheo, que fica na Enseada do Suá, em Vitória. A iniciativa faz parte da programação da clínica para o Outubro Rosa. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (27) 3324-7777.