BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Autoestima e câncer


O tratamento contra o câncer não precisa ser um fardo. Este é o conceito que a clínica capixaba Medquimheo deseja passar. A qualidade de vida pode ser mantida com algumas iniciativas que promovem bem-estar. Para que isso ocorra, a medicina está em constante evolução, apresentando novos métodos e medicamentos a cada ano. O uso da bomba infusora é um exemplo do que pode ser utilizado para amenizar possíveis desconfortos ao paciente que está em tratamento.
 

De acordo com a enfermeira Caroline Pope Lucas, a bomba de infusão é um mecanismo eficaz, além de ser portátil e descartável. Semelhante a um balão de bexiga, o produto carrega em seu interior o medicamento quimioterápico. “Esse material permite que o paciente faça a maior parte do protocolo em casa. Para o uso, é preciso a instalação de um cateter próprio, que fica no tórax. A aplicação da bomba é feita por um enfermeiro e, logo após, o usuário pode ir embora, sem a necessidade de internação. O tempo para o remédio ser inserido por completo no organismo dura, em média, 46 horas. Depois disso, é necessário que a pessoa volte ao ambulatório para retirar o item”, esclarece.
 

Atividades físicas e alimentação regrada
 

A importância de uma alimentação saudável e a prática de exercícios é evidente para qualquer indivíduo. Para quem está na batalha contra o câncer esses dois pontos devem ter uma atenção ainda maior. Evitar determinados tipos de alimentos, como os gordurosos ou com alto teor de sal, é uma das medidas mais indicadas. Além disso, optar por seguir uma dieta regrada, com a orientação de um nutricionista, também é uma alternativa na busca por mais qualidade de vida durante o tratamento.  
 

De acordo com a nutricionista Janine Rover de Mello, uma dieta saudável é vital para o sucesso do tratamento. Ela auxilia ao paciente deixando-o mais forte e bem disposto, ameniza a perda ou ganho de peso e mantém o sistema imune forte contra infecções.  “Pessoas que tem uma dieta balanceada lidam melhor com os efeitos colaterais da quimioterapia/radioterapia, tornando o tratamento mais eficaz e com uma melhor qualidade de vida”, comenta.

 




O Dia da Mulher representa a força do público feminino. E para demonstrar a persistência e busca pela cura das mulheres com câncer, a clínica capixaba Medquimheo promove, de 7 a 14 de março, a exposição de fotos batizada com o nome de “Mulheres Reveladas”, de 12 pacientes em tratamento. Sob as lentes da fotógrafa Helena Nogueira, elas demonstram que a autoestima também contribui para um resultado de sucesso.

 

A equipe multidisciplinar da clínica, formada por médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas e recepcionistas está à frente da iniciativa, que também será uma homenagem a todas as mulheres capixabas que enfrentam a doença.

 

Combate ao preconceito

 

Quebrar o preconceito por parte da sociedade em relação aos pacientes com câncer. Esse é um dos objetivos do evento. De acordo com a administradora Fabiana Belchior, que é uma das organizadoras, a ação irá enaltecer as qualidades das mulheres com a doença, que lutam e não perdem de vista os cuidados com a beleza. “Essa é uma troca de experiência entre elas. A exposição será mais um motivo para que elas sintam que as pessoas se importam pelo que elas vivem e sentem nessa fase. O público poderá conferir o lado mais guerreiro e forte das mulheres”, comentou Fabiana.

 

Retorno da autoestima

 

Fabrisia Viana, 43, já finalizou 50% do tratamento contra um tumor na mama esquerda. Ela conta que o editorial fotográfico que participou para a exposição aumentou sua autoestima. “Há muito tempo eu não conseguia tirar uma foto minha, desde que perdi meus cabelos. Quando olhava para o espelho não apreciava o que via e, agora, estou como modelo em uma exposição. Foi um desafio. Hoje, me sinto mais bonita, mais forte e feliz. O mais interessante foi ter contato com outras mulheres que passam pela mesma luta. Trocamos experiências, aflições e medos, mas compartilhamos a vontade de cada uma em melhorar”, completou.

 

Conscientização sobre a doença

 

Há alguns anos o câncer era sinônimo de morte. Para levantar a bandeira de que a doença tem cura e que a mulher pode se sentir amada e feliz, mesmo durante essa fase, a exposição demonstrará, principalmente, os olhares e sorrisos das pacientes.

 

“Esse evento é um sinônimo de vitória e demonstrará que hoje o leque de tratamento é muito grande. Percebi que durante o câncer tive a oportunidade de reviver. A doença, por incrível que pareça me fez mais forte. E é exatamente isso que espero passar a quem puder conferir de perto esse trabalho”, pontuou Fabrisia.

 

União que faz a diferença

 

Os funcionários da clínica estão todos envolvidos com a causa, principalmente o time formado por mulheres, que está a todo o vapor para por o projeto em prática. A exposição será toda ornamentada pela equipe que se uniu para fazer a diferença na data. Janine Rover de Mello, que é nutricionista, esteve envolvida em todas as etapas da ação e explica que o mais prazeroso em participar será conferir a interação e alegria das participantes. “As pacientes que toparam participar são guerreiras. São donas de casa, mães, trabalham fora e, além disso, estão passando por um tratamento difícil, mas nem por isso desanimaram. Mantiveram o astral e autoestima. Uma dá força para a outra. Tudo isso poderá ser notado no dia do lançamento da exposição. Elas estão bem ansiosas para ver o resultado”, adianta a nutricionista.

 

A coordenadora de recepção Mayana Esteves desde o início do projeto já estava confiante de que a iniciativa seria marcante para todos que participassem, incluindo os membros da organização. “Não dimensionei o prazer que senti ao ver cada sorriso estampado no dia da sessão de fotos. Fiquei emocionada várias vezes, com cada relato naquele momento. As risadas eram soltas, as poses eram espontâneas e as brincadeiras eram muitas. Tem sido muito gratificante e enriquecedor trabalhar para a realização deste evento. Tenho certeza de que será um sucesso”, relatou Mayana.

 

Serviço

 

A exposição estreia no dia 7 de março, das 19h às 22h. De 8 a 14 de março será das 7h às 18h na clínica Medquimheo. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (27) 3024-7777.  

 
 



Nós, da Medquimheo, sabemos que a importância da leitura vai além dos conhecimentos gerais. Ela pode animar, trazer adrenalina para os dias de calmaria e emocionar. E para quem gosta de obras que reúnem todos essas características, toda semana vamos postar sugestões bem lúdicas e de fácil compreensão para você, paciente, aproveitar.

A opção desta semana é: “Aonde foi parar o cabelo da mamãe?”, de Emmett Watters e Haydn Debbie. Com muita compaixão e bom humor, o livro fala sobre o tratamento do câncer na ótica dos filhos de uma paciente. A história começa quando Haydn e Emmet ficam sabendo que sua mãe iria perder os cabelos, por causa da quimioterapia. Eles contam como tentaram animá-la com uma “festa de cortar as madeixas”, junto aos amigos e familiares.

Vale muito a pena a leitura!